Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Ilustração - Fernando Vicente


A Gaffe em desAcordO

rabiscado pela Gaffe, em 13.05.15

Norman Rockwell.jpgA Gaffe não produz documentação oficial e os registos que precisa de fazer são efectuados numa aplicação informática preparada para acolher o Acordo Ortográfico sem dar cavaco a ninguém.

É tão afectada pelo papão como os PALOP, particularmente o seu mais recente membro, e estava tentada a deixar tombar as coisas condenadas à mudez.   

Confessa no entanto que é cansativo ver desabar pelas esquinas incendiadas pomposas declarações de intransigência, de inflexibilidade e de férrea fidelidade à grafia alterada por Decreto, exortando à defesa da inviolabilidade da língua escrita, impedindo o estupro, embora, no aconchego do lar, alguns destes barricados façam dela uma galdéria e a espanquem, desarticulem e esquartejem sem qualquer acusação de violência doméstica.

A Gaffe, mesmo sabendo que vai trair a erudição de Vasco Graça Moura, está pronta a obedecer e jura com os Prada juntos que se submeterá à nova grafia se alguém lhe debelar uma dúvida apenas.

A Gaffe suplica que lhe expliquem porque é que a queda aparatosa do hífen na palavra

Cor de laranja

não se verifica de todo na palavra

Cor-de-rosa                            

Que de caras se mantém incólume.

 

A Gaffe previne desde já que não vai aceitar a única explicação plausível que consegue descortinar. A cor que se mantém virgem foi durante demasiado tempo apensa ao feminino e os senhores que redigiram o Acordo não querem passar por mariconços.

 

A Gaffe fica à espera, sim?

 photo man_zps989a72a6.png


9 rabiscos

Imagem de perfil

De Corvo a 13.05.2015 às 11:09

Pois está muito bem visto sim senhor. Respondam.
E o Vasco Graça Moura pode pegar na sua erudição e ir com ela para o car...para o cesto da gávea.
Imagem de perfil

De Gaffe a 13.05.2015 às 11:22

Não respondeu...

Sem de forma nenhuma faltar ao respeito a V. Graça Moura, creio, meu caro, que o erudito já foi para o lugar que aconselha.
Imagem de perfil

De CM a 13.05.2015 às 11:51

Confesso, que sou dessas que anda pelas esquinas incendiadas a proferir blasfémias e intransigências no que concerne a este dito acordo!!!
Imagem de perfil

De Gaffe a 13.05.2015 às 12:07

E tem sido uma empreitada proveitosa?
Imagem de perfil

De CM a 13.05.2015 às 12:08

Nah... Ninguém me passa cartão!!
Imagem de perfil

De Gaffe a 13.05.2015 às 12:43

Pois.
Já suspeitava.
:)
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 13.05.2015 às 19:00

Provavelmente, por que a palavra cor-de-rosa simboliza o feminino logo, é um amor-mais-que- perfeito, quiseram fazer dela uma das exceções (isto é a brincar, ok?)

Fui procurar e uma das explicações que encontrei, está aqui:

NOVA ORTOGRAFIA: "cor-de-rosa" e "cor de vinho"

Por que, pela nova ortografia, escreve-se "COR-DE-ROSA" com hífen, mas "COR DE VINHO" sem hífen?
Essa diferença de escrita existe simplesmente porque "COR-DE-ROSA" é uma das EXCEÇÕES à nova regra. Pela Nova Ortografia, NÃO SE EMPREGA O HÍFEN em qualquer tipo de locução, conjunto de palavras com função e significados únicos; tenham elas, ou não, um elemento de ligação.
Exemplos: "cor de vinho", cor de açafrão, cor de café com leite, cão de guarda, fim de semana, fim de século, sala de jantar, a fim de que, ao passo que, por conseguinte, à espera de, à parte, à vontade. Entretanto conservou-se o hífen em algumas locuções, por serem consideradas consagradas, as quais passaram a constituir exceções.
É o caso de "cor-de-rosa
Imagem de perfil

De Gaffe a 13.05.2015 às 20:04

Hummmm...
Não, não é.
;)
Imagem de perfil

De Gaffe a 14.05.2015 às 09:49

De acordo com o prof. Malaca Casteleiro tratou-se de um lapso, de um esquecimento, de uma distracção.

É verdade! Não estou a brincar.

Comentar post




Por força maior, os V. comentários podem ficar sem resposta imediata. Grata pela Vossa presença.


  Pesquisar no Blog