Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Ilustração - Fernando Vicente


A Gaffe em desAcordO

rabiscado pela Gaffe, em 13.05.15

Norman Rockwell.jpgA Gaffe não produz documentação oficial e os registos que precisa de fazer são efectuados numa aplicação informática preparada para acolher o Acordo Ortográfico sem dar cavaco a ninguém.

É tão afectada pelo papão como os PALOP, particularmente o seu mais recente membro, e estava tentada a deixar tombar as coisas condenadas à mudez.   

Confessa no entanto que é cansativo ver desabar pelas esquinas incendiadas pomposas declarações de intransigência, de inflexibilidade e de férrea fidelidade à grafia alterada por Decreto, exortando à defesa da inviolabilidade da língua escrita, impedindo o estupro, embora, no aconchego do lar, alguns destes barricados façam dela uma galdéria e a espanquem, desarticulem e esquartejem sem qualquer acusação de violência doméstica.

A Gaffe, mesmo sabendo que vai trair a erudição de Vasco Graça Moura, está pronta a obedecer e jura com os Prada juntos que se submeterá à nova grafia se alguém lhe debelar uma dúvida apenas.

A Gaffe suplica que lhe expliquem porque é que a queda aparatosa do hífen na palavra

Cor de laranja

não se verifica de todo na palavra

Cor-de-rosa                            

Que de caras se mantém incólume.

 

A Gaffe previne desde já que não vai aceitar a única explicação plausível que consegue descortinar. A cor que se mantém virgem foi durante demasiado tempo apensa ao feminino e os senhores que redigiram o Acordo não querem passar por mariconços.

 

A Gaffe fica à espera, sim?

 photo man_zps989a72a6.png


Comentar:

CorretorMais

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.




Por força maior, os V. comentários podem ficar sem resposta imediata. Grata pela Vossa presença.


  Pesquisar no Blog