Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Ilustração - Fernando Vicente


A Gaffe engraçada

rabiscado pela Gaffe, em 29.11.18

Abner Dean. The New Yorker. Published March 10, 19

Graça Fonseca tem um cabelo muitíssimo bonito.

 

A saturada humidade mexicana levanta-lhe as pontas - do cabelo - entregando-lhe um penteado engraçado, como que se abrisse um guarda-chuva, e, questiona Afonso Cruz, para onde vão os ditos, pois que a feira é literária -, sublinhando o interesse que a Ministra indiscutivelmente possui.

Graça Fonseca é uma mulher muito estimulante e percebe-se que a inteligência que detém colocou um dedo neste facto.

 

Em Guadalajara, Graça Fonseca não lê jornais portugueses, diz-nos com uma placidez invejável e com a tranquilidade de quem está segura das decisões que toma.

 

É suposto que as virgens ofendidas se imolem nas escadarias dos templos; é suposto que haja escândalo nos meios de comunicação social; é esperado que fiquem torcidos de nojo os arautos da democracia, da literacia, da liberdade, do livre arbítrio, da elevação do acto jornalístico - sobretudo o português -, à condição de vate - o poético e o vidente; é expectável que se exija a demissão da afoiteza; é mais do que visível que a Ministra é de uma snobeira sobranceira que permite apenas que leia os escritos em grego antigo ou em latim finado. 

 

Entretanto, o IVA das touradas desceu, colhido por quem melhor lida nestas praças.

 

É suposto que as as virgens ofendidas se imolem nas escadarias dos templos; é suposto que haja reboliço vingativo nos corredores da comunicação social; é esperado que fiquem torcidos de nojo os arautos do velcro; é expectável que artigos vários e de severa pena exijam a demissão da lesbiana, agora corrigida; é mais do que visível que a Ministra é de uma snobeira derrotada que merece apenas uma bandarilha destas no lombo; é claríssimo que o governo sofreu uma colhida e que, na arena política, não passa de um rabejador.

 

É tudo constrangedoramente previsível.   

 

Entretanto, a Gaffe continua a não entender como se consegue manter um guarda-chuva aberto e ler ao mesmo tempo a maior parte dos jornais portugueses em qualquer lugar do mundo, incluindo Portugal. Não fica tudo encharcado?!  

 photo man_zps989a72a6.png


7 rabiscos

Imagem de perfil

De Sarin a 29.11.2018 às 12:29

Papier maché, cara Gaffe. Porque em Roma sê romano (eis o latim), lógico é (isto é grego) que no México se leiam "periódicos mexicanos" pois "periódicos chicanos" são coisa do outro lado do muro.
Imagem de perfil

De Gaffe a 29.11.2018 às 14:27

O gigantesco problema é que suspeito que nenhum político já lê. Seja o que for, a não ser as parangonas dos jornais.
Imagem de perfil

De Sarin a 29.11.2018 às 14:43

Não que seja boa literatura, mas faz-lhes falta passar os olhos por caixas de comentários em jornais e blogues... são bons esfigmomanómetros.
Imagem de perfil

De Gaffe a 29.11.2018 às 15:21

Colonoscopias.
Imagem de perfil

De Sarin a 30.11.2018 às 11:47

Ainda mais?

Bem uso guarda-chuva para evitar as fúrias de S. Pedro, mas as de S. Bento e S. Terreiro só de galochas...
Imagem de perfil

De Gaffe a 30.11.2018 às 15:05

Que nos valha S. Cristóvão, padroeiro dos táxis.
Imagem de perfil

De Sarin a 30.11.2018 às 15:18

Esses também foram em colonoscópicas manifestações, não sem alguma razão, tratar da saúde ao digital... acha que lhes sobrarão viaturas limpas e arejadas como convém ao viço da nossa mocitude?

Comentar:

Mais

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.





  Pesquisar no Blog

Gui