Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Ilustração - Fernando Vicente


A Gaffe enlameada

rabiscado pela Gaffe, em 29.04.15

guerreiros.jpgAo contrário do que se confessa, uma rapariga esperta não gosta sempre de cavalheiros.

A fleuma, cansa. A sofisticação, aborrece. A delicadeza, esgota. A etiqueta, maça. A erudição, aflige. A correcção, importuna. A diplomacia, enfada.

 

Há momentos que uma rapariga prefere a brutalidade do que é banal a empurrá-la contra a parede.

Há alturas em que uma mulher deseja que pérolas e perfumes, bâton e seda, Prada e Valentino, Paris e o New Look e a imaculada elegância dos cisnes, sejam atirados às urtigas, manchados pelas mãos enlameadas de guerreiros bárbaros e amarfanhados pela rudeza agressiva de matulões saídos de torneios de arenas por brunir.

 

Para completar um cenário tão perfeito só temos de esperar ou exigir que esta desgraça nunca venha só.

 photo man_zps989a72a6.png


10 rabiscos

Imagem de perfil

De Gaffe a 29.04.2015 às 14:44

Hesitei muito em aprovar o seu comentário - a palavra que escolheu é uma das mais feias que se podem encontrar - mas não o quero deixar passar sem primeiro lhe perguntar:
Se o post tivesse sido escrito por um homem, que palavra escolheria?
Sem imagem de perfil

De eduardo a 29.04.2015 às 15:21

pensei que tivesse tudo a ver com o contexto, não foi minha intenção ofendê-la.
dei-me inclusive ao trabalho de ir à infopédia pesquisar e comparar termos.
respondendo à sua pergunta, escolheria bacorão , ou bácoro que me soa mais pujante, apesar de menos aumentativo.
depois de muita hesitação e de explicação mais que tanta, sou eu que lhe peço que elimine o diálogo.
não vale a pena sujarmo-nos tanto por tão pouco.
sabe porque é que comecei a vir aqui espreitá-la?
porque tinha uns textos com dimensão e por dizer que não é por alguém gritar que deixa de ter razão, uma dessas coisas que me parece do mais raro, acertado e inteligente longínquo possível.
para a semana vou estar no porto e pode ter a certeza que vou beber um copo à sua saúde, uma coisa com graduação diminuta para não dizer muitas asneiras de uma só vez.
bjs
Imagem de perfil

De Gaffe a 29.04.2015 às 15:35

Não acredito que haja um contexto que permita a palavra que escolheu.

Mas o menino é fascinante e uma rapariga não consegue resistir por muito tempo ao deslumbre que costuma escrever.

Os meu fins-de-semana são quase sempre no Douro vinhateiro, por isso pode brindar com uma graduação elevadíssima.

Comentar post





  Pesquisar no Blog

Gui