Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Ilustração - Fernando Vicente


A Gaffe gaseada

rabiscado pela Gaffe, em 28.06.17

Daffy.gif

 

Admito que vi apenas pedaços breves do concerto de ontem, solidário com as vítimas do incêndio de Pedrogão, e que não fiz a chamada de valor acrescentado porque sou uma cabra insensível – é uma explicação que dura menos tempo a fornecer.

 

Tenho de encontrar modo de ajudar de outra forma.

                 

Apanhei com Ana Moura aos saltos e de saltos, com Raquel Tavares esbardalhada e ligeiramente sinistra, com os D.A.M.A. cheios de madeixas, calças rasgadas nos joelhos, óculos brancos de sol e colar com bolinhas gordas, com ar de quem vai vomitar, mas que não quer que se saiba, e com uma comandita de apresentadores e de jornalistas a fazer que o eram, digladiando-se pelo seus canais e pelos pavilhões auditivos de quem se confundia a tentar perceber a que canal pertencia o grito do amarelo Ferrero Rocher de Fátima Lopes.   

 

Não fui grande espectadora, como se prova, mas fiquei feliz por se ter recolhido a quantia anunciada. Sou uma optimista e vou tentar acreditar que suprirá, de alguma forma, parte das necessidades materias provocadas pela tragédia. 

 

Assisti ao final.

 

Ouvi Salvador Sobral, maravilhada como sempre. Não retiro uma palavra ao que disse aqui.

 

Até ficar gelada com a intervenção do herói de Portugal - vamos abster-nos de a reproduzir, visto ser por demais conhecida - que achou ser engraçado, irreverente, descontraído e oportuno, demonstrar que sentia que estava a cantar ao vivo para 14.000 parolos, idiotas, ignorantes, papalvos e pavlovianos que apenas conseguem acarinhá-lo, aplaudi-lo e mimá-lo, enchendo-o de benesses, de carinho e de dinheiro, desconhecendo por completo que está em causa e em palco um génio musical que paira sobre a película de mediocridade dos seus pares. Os parvos. Os burros. Como se atrevem a aclamá-lo só agora, quando ele tinha uma colecção de coisas lindas e boas antes de amar pelos dois?! Grandes cocós!

 

Salvador Sobral tinha já anunciado, embora com mais suavidade e com perdão anunciado, que se considera uma criatura eleita pelos deuses - sobretudo se cantarem Jazz e Bossa Nova - e que despreza o voto de milhares de paspalhos que lhe entregaram a vitória no Eurofestival, valorizando, isso sim, o apoio de Caetano Veloso que, só por acaso e à laia de exemplo, se comporta como Chet Baker. Nenhum destes dois magníficos interpretes tão venerados por Salvador Sobral se atreveu a sonhar gasear o público.

 

Salvador Sobral, naquele instante de humor - o benefício da dúvida nunca fez mal a ninguém - revelou que ao lado da sua voz e das suas interpretações de alta qualidade, tem um pedante malcriado, sentado ao piano com ele, que é capaz de nos fazer ver de repente que no palco actua apenas um cachopo egocêntrico, convencido e mimado, com um belíssima voz apensa.

 

É mais engraçado o Daffy Duck.

 photo man_zps989a72a6.png


24 rabiscos

Sem imagem de perfil

De Cidália Ferreira a 28.06.2017 às 14:48

Sinceramente achei uma falta de respeito pelos milhares de pessoas que faziam parte desta acção solidaria. Não gostei. NADA!!

Beijinhos
Imagem de perfil

De Gaffe a 28.06.2017 às 15:35

Foi um deslize do rapaz. Sejamos complacentes com os seus transtornos intestinais.
;)
Imagem de perfil

De Magda L Pais a 28.06.2017 às 15:21

Não consigo abrir o que dizes sobre o salvador (o que, por outro lado, diz muito sobre a minha capacidade de abrir e comentar blogs no telemóvel) mas sei que eu, pela parte que me toca gosto imenso da música Amar pelos Dois mas começo a gostar pouco dele próprio por me começar a parecer que não percebe bem como se comportar e o que dizer...

Magnífica como sempre (tu, não eu)
Imagem de perfil

De Gaffe a 28.06.2017 às 15:38

:)))
TU também.
:))))

O rapaz começa a revelar-se um parvo. É engraçado o boneco, mas o que é demais é erro. Começamos a acreditar que Salvador é apenas uma personagem que foi criada para disfarçar o pedantismo. Uma pena.

Continuo a gostar muito da sua música. Dele, não sua, meu amor.
Imagem de perfil

De Genny a 28.06.2017 às 16:44

Estou em acreditar que o metano subiu-lhe directamente ao cérebro e encontrou uma porta mais rápida na boca.
Enfim....foi um bocado inoportuno.
Imagem de perfil

De Gaffe a 28.06.2017 às 16:54

Foi imbecil, pedante e arrogante, mas tem uma belíssima voz.
A verdade é que no fundo, se analisarmos melhor, fez o que toda a gente ali estava a fazer. Uma festarola pode causar alguns transtornos intestinais.

Esperemos que a quantia acumulada - seja assim, seja de maneira diferente - chegue a quem de direito. Isso é mais importante. Esperemos que nos digam também como foi entregue e como foi aplicada.
Imagem de perfil

De Genny a 28.06.2017 às 17:31

Não vi o concerto, só soube destas flatulências pelos notícias que entretanto começaram a surgir.
Agora também espero que o valor angariado chegue ao fim a que se destina.
Imagem de perfil

De Gaffe a 28.06.2017 às 19:43

É exactamente isso que fica como facto importante. Que o valor angariado chegue ao seu destino.
O resto são... coisas do Salvador.
Sem imagem de perfil

De Dulce Porto a 28.06.2017 às 17:39

De facto, não havia necessidade.
Mas também não é o caso para os indignados das redes sociais o desencarem como o estão a fazer.
São as mesmas pessoas que o foram esperar aos gritos ao aeroporto ou que encheram os concertos à espera que ele cantasse a mesma canção em loop.
Eu não conhecia o rapaz. Quando ganhou o festival, investiguei. Ouvi o que ele andava a fazer. E gostei (sou um bocado nhéca na música - gosto de jazz e bossa nova...).
Fui a um concerto dele e a maior parte das pessoas bocejou o tempo todo. Quase não batiam palmas. Vi algumas a sair.
Só quando cantou o "Amar pelos Dois" (no encore) é que as pessoas reagiram.
Repito: não havia necessidade, mas ele tem razão. Ponto.
Imagem de perfil

De Gaffe a 28.06.2017 às 19:42

Eu gosto muito de jazz e de bossa nova, mas infelizmente sou uma nulidade musical.

Não penso que Salvador esteja errado e não perde a razão por ter escolhido dizê-la daquela forma.

Perde outras coisas.
Imagem de perfil

De Pequeno caso sério a 28.06.2017 às 17:44

Lá está.
Basta navegar por essa internet fora para se ver que, em Portugal passa - se de bestial a besta com uma facilidade que só visto.
Creio que o Salvador deu o peido mestre . Literalmente.

;)


P.S- já não é a primeira vez que o menino Salvador recorre à gasaria num espetáculo para tentar ser engraçado. Eu disse tentar.
Imagem de perfil

De Gaffe a 28.06.2017 às 19:39

O capital simbólico que adquiriu, gasta-se bem mais depressa do que o outro. Basta uma flatulência mal controlada.
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 28.06.2017 às 18:24


Não contribui para a causa, ontem.
Contribui no dia seguinte, domingo da tragédia, não só com uma chamada, mas também com uma simbólica transferência.
Ontem, durante o concerto e depois do tão badalado e contínuo " em 3, 2, 1 " o pessoal marcava o número para chegar ao milhão, quero acreditar que o dinheiro seja bem gerido e chegue ao seu destino.
Fui vendo o espectáculo, gostei e não gostei, teve alguns excessos ( odeio os DAMA), pareceu-me que a Fátima Lopes, vestida de amarelo, estava a chamar para si todo o protagonismo ( TVI) do evento.
Salvador Sobral, que finalizou o concerto, esteve bem.
"Amar pelos Dois" não me convence, de todo.
Gosto do cantor, gosto muita da voz, serena e delicada, do seu talento. Mas não gosto dos seus à partes e ontem não foi de bom tom o que disse, estava a falar para o país, foi ofensivo.
Um puto que precisa crescer e moderar as suas palavras.
Como sempre, Gaffe, o seu post está impecável.


Imagem de perfil

De Gaffe a 28.06.2017 às 19:37

Ontem foi um rapazinho com uma falta de educação chocante. Lamentável.

- Foi um porco - diz aqui ao lado uma minha boa amiga muito indignada.
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 29.06.2017 às 00:10

A amiga tem razão.

Boa noite.
Imagem de perfil

De Gaffe a 29.06.2017 às 00:31

Um bocadito, sim.
A "culpa" também é do público. Desata a venerar um rapazinho convencido que é exemplar único, quando o vê ganhar um festival onde o próprio diz que se sentiu deslocado, e fica aborrecido e indignado quando o ouve destratar quem o idolatra.

Uma consumição - diria a MJ.
:)

Francamente? Já não quero saber. Que se esgadanhem uns ao outros.
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 29.06.2017 às 15:23

Ahahahahah!
Li o post da MJ, também ( recebo via mail).
Fala-se tanto no rapazito que já aborrece.
Estou como a Gaffe: " Já não quero saber. Que se esgadanhem uns ao outros."

Imagem de perfil

De Gaffe a 29.06.2017 às 21:50

Já se falou demasiado do erro do rapaz. Já esprememos tudo o que havia para espremer. Agora é deixá-lo cantar e ter o prazer de o ouvir outra vez.
:)
Sem imagem de perfil

De a 28.06.2017 às 18:42

Olá Gaffe.
Também não queria acreditar...
Hoje analisando melhor penso o seguinte;
"Pessoal, calma! estou aqui por uma causa...a fazer aquilo que sei e que me dá prazer mas por uma causa, e isso convém não esquecer. Parem com o alarido e com o histerismo colectivo e façam o favor de fazer silêncio que eu não sou nenhum herói sou apenas um gajo que gosta de cantar/tocar. Silêncio. Ou então vou pensar que se chegar aqui der um peido meia volta e sair vai dar ao mesmo. Silencio p.f., respeito, não vamos transformar isto numa feira de vaidades" = E se "eu" der um peido vão aplaudir na mesma?

[desculpa a extensão do meu, primeiro, comentário na Gaffe, Gaffe :) e que me desculpe também o Salvador Sobral por eu estar a pôr palavras na boca dele, mas é isto que agora mais a frio consigo interpretar sobre o momento menos polido de ontem. acontece! foi o que lhe saiu no momento; curto e grosso. Mas continuo a gostar muito de ouvir a voz e as músicas de Salvador, não mudou nada.]

Um beijinho.
Imagem de perfil

De Gaffe a 28.06.2017 às 19:35

Sempre gostei de Salvador Sobral. Sempre o disse e mantenho o que foi dito.
Salvador é realmente muito bom.
Recuso-me é a aceitar a grosseria e a inconveniência a raiar a bruta falta de educação seja de quem for.
Salvador Sobral é apenas um rapaz que canta muitíssimo bem e que adquiriu um capaital simbólico significativo. Tal como todo o capital; se mal usado, gasta-se num ápice.
Imagem de perfil

De M.J. a 28.06.2017 às 18:42

senti o mesmo, sabes? achava uma certa piada ao facto de ser inconveniente, de ser diferente mas começo a desgostar da arrogância. há uma diferença entre não ser para todos mas chamar a todos que o aplaudem de burros ignorantes, que foi basicamente o que fez.

continuo a gostar da voz, das interpretações e do sentir que demonstra ao atuar. mas a inconveniência do que diz estraga isso cada dia um pouco mais.
e é uma pena ainda que, a bem da verdade, ele esteja - como fez questão de o dizer - a cagar-se para isso.
Imagem de perfil

De Gaffe a 28.06.2017 às 19:30

Não está, MJ.
Não há uma réstia de esperança. Salvador quer ser ouvido. Não canta só no WC. É tão importante para ele como para qualquer outro artista ter público. Não tenhamos ilusões.
A imagem de "flaneur" desleixado era interessantíssima, mas Salvador Sobral não tem um "CV artístico" que permita piadolas deste teor. Quando o tiver, não as diz.
Imagem de perfil

De Fatia Mor a 29.06.2017 às 00:20

Bem, pelo chorrilho de comentários pouco elaborados que vão na entrada que dediquei a este assunto, já me arrependi de ter falado no assunto.
Mas eu já devia saber que falar de opções menos elegantes contagia os que as observam. Tive a infeliz fortuna de dizer o mesmo - de forma mil vezes menos elegante - e de ser destacada.
Noto a incompreensão das pessoas em distinguir o artista da pessoa. E além disso, de compreender a permissão básica da cognição social de que agimos de acordo com as disposições internas cognitivas. O comportamento foi arrogante e ofuscou a sua doce e angelical voz.
É uma pena...
Imagem de perfil

De Gaffe a 29.06.2017 às 00:41

Eu li.
:)
Seriam de esperar os comentários.
A verdade é que muitas, demasiadas vezes, a criatura é confundida com o criador. Concordo.

Num espaço diferente, existe a Maria Vieira. Parece que toda a gente espera que a senhora seja tão fofinha, divertida e mimosa como as personagens que foi criando. Não esperam que se revele uma mulher intrinsecamente má. Provavelmente não lhes perdoam essa face da lua.

"E no entanto, move-se".

Comentar post




Por força maior, os V. comentários podem ficar sem resposta imediata. Grata pela Vossa presença.


  Pesquisar no Blog