Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Ilustração - Fernando Vicente


A Gaffe leitora

rabiscado pela Gaffe, em 20.05.15

a-elegancia-do-ourico.jpga-elegancia-do-ourico.jpg

Li há algum tempo uma entrevista implicante em que do alto da sua resmunguice blasé António Lobo Antunes declarava que os únicos livros importantes são os que nos modificam a vida.

Não faço ideia, minúscula que sou, se o escritor se referia àqueles, muitos, que nos vão com subtileza acrescentando ou surripiando pedaços à alma ou se mencionava os dele e uns poucos mais, dignos de inclusão neste supostamente claríssimo critério.

Sei , definitivamente sei, que existe um livro que me altera a vida todas as vezes que o abro e sofro o impacto brutal do que tem dentro. É sem dúvida o meu livro de eleição, batendo sem a mais ténue dificuldade o meu amantíssimo Proust.

O Livro do Desassossego de Pessoa.

Foi dentro desta ferida colossal que encontrei a frase mais extraordinária que conheço e que só por si elevaria o autor ao estatuto de génio.

 

A minha vida é como se me batessem com ela.

 

Sei que nunca li nada tão universal e acredito piamente que este monumento, mesmo isolado, deveria ser considerado património da humanidade.

 

Se Lobo Antunes se referia apenas a impactos destes, já não sei.

Sei contudo que há obras que não possuindo, nem em sombra, a dimensão pessoana – quem a tem?! – e não provocando sismos e catástrofes, avalanches ou tsunamis, conseguem fazer tremelicar o que temos com certo, permitindo-nos a grandeza de questionarmos o que pensamos ser e o que realmente somos.

Falo de dois.

Não teço considerações literárias, não me atrevo à crítica do género, porque perante um livro sou apenas a que o lendo o reescreve. Mostro-vos os títulos apenas. Indico autores. Acredito porém que quando os abrimos, há pequenas almas dentro da nossa que se movem.

 photo man_zps989a72a6.png

Gavetas:


5 rabiscos

Sem imagem de perfil

De G. a 20.05.2015 às 12:21

A História do Amor já li e gostei. A outra sugestão deixou-me interessada.
Je vous sais gré de votre amabilité, mademoiselle Gaffe.
Imagem de perfil

De Gaffe a 20.05.2015 às 12:34

Sempre às suas ordens.
A "A Elegância do Ouriço" é magnífico.
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 20.05.2015 às 18:31


Dois títulos a registar.
Imagem de perfil

De Fernando Lopes a 20.05.2015 às 19:10

Desconheço, e atendendo ao seu bom gosto, vão já para a minha lista de desejos. Como isto também é bom para partilhar, aconselho-lhe «Stoner» de John Williams que me impressionou, e, num registo diferente, qualquer Rubem Fonseca.
Imagem de perfil

De Gaffe a 20.05.2015 às 19:15

Obrigada.
Para minha grande vergonha não conheço nenhum dos dois.

Vai gostar imenso sobretudo do "A Elegância do Ouriço".

Comentar post





  Pesquisar no Blog

Gui