Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Ilustração - Fernando Vicente


A Gaffe lusíada

rabiscado pela Gaffe, em 14.10.15

ng4878895.jpg

Perante uma miserável edição de Moda Lisboa, onde a plateia colava pensos rápidos nos calcanhares e as sabrinas funcionavam como amortecedores parolos da falta de talento e de dinheiros dos desfiles, a Gaffe resumiria tudo a um suspiro de lamento contido, se não encontrasse no meio da desgraça a colecção de Nuno Gama.

 

Absolutamente fascinante.

 

Com raiz nos Lusíadas, a sucessão de viagens oníricas que rumaram ao Oriente, à Ásia e a África, o apresentado por Nuno Gama é um exercício de inteligência, de talento e de maturidade.

Nada foi descurado e o perfeito jogo de cores, de texturas, de formas, de padrões, de recortes, de evocações, de insinuações, de sombras e de jogos de luz, de humor refinadíssimo, de traços subtis de memória, de evocações e de pormenores - são belíssimos os origamis nas lapelas e as borlas das faixas nas cintas – entregam à colecção um cunho internacional que, havendo suporte financeiro e máquina publicitária em condições, faria corar de vergonha Galliano que foi catastrófico nesta estação.

 

A Gaffe sugere que na próxima edição de Moda Lisboa se dê lugar ao talento e à inteligência, resumindo tudo a Nuno Gama.

 

O resto não vale nada.

Nuno-gama_18.jpg

nuno_gama_012.jpg

nuno_gama_060.jpg

nuno_gama_152.jpg

ML_050.jpg

ng4878897.jpg

ML_051.jpg

Screen-Shot-2015-03-17-at-01.00.13.png

ML_040.jpg

 photo man_zps989a72a6.png


Comentar:

CorretorEmoji

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.





  Pesquisar no Blog