Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Ilustração - Fernando Vicente


A Gaffe mal acorda

rabiscado pela Gaffe, em 05.03.18

2.png

 

É usual ouvir amaldiçoar as Segundas-feiras. Há canções que dedicam acordes e palavras a castigar o primeiro dia da semana.

Confesso que nunca percebi a razão deste ódio ruidoso. Nunca senti a nostalgia a invadir-me no anoitecer de um Domingo, nunca me senti invadida pela depressão que por norma chega apensa a uma despedida dolorosa e nunca adormeci, na véspera de um início, revoltada com a quebra da tranquilidade e do laissez faire laissez passer dos dias de descanso.

Acordo sempre intragável, seja em que dia for.

Sou solidária com criaturas que cegam com a luz matinal. Apoio o não movimento. Dou a mão aos sonolentos caracóis que se arrastam até ao suicídio que é abrir as janelas e deixar o mundo entrar.

Sempre gostei e sempre acreditei nas pessoas que se parecem comigo.

Não é de todo necessário que sejam minhas sósias. Não é preciso que as situações caiam no exagero, pois é bizarro encontrar a Teresa Salgueiro na voz da Susana Travassos, mas é reconfortante perceber que não estamos sós neste planeta muito pouco azul por onde voam as cegonhas.

 

Posto isto - e sublinhando o facto de não ser premente que haja gente com particularidades iguais às minhas -, devo confessar que fiquei abismada, siderada, chocada, arrepiada e todos os superlativos que se consigam encontrar, quando, hoje de manhã, abro o pequeno aparelho que me coloca em contacto com o universo e dou de caras com uma criatura que traz o meu cabelo, caracol por caracol, curvinha por curvinha, corzinha por corzinha, colado à cabeça, tudo juntinho e com o mesmíssimo corte!

Um plágio.

Fiquei em estado comatoso quando reparo que é um homem!

Antes a Jessica Rabbit.

 

Não se faz!

Provocou-me o mesmo efeito que o erguer das persianas.

1.gif

 photo man_zps989a72a6.png

Autoria e outros dados (tags, etc)

Gavetas:


29 rabiscos

Imagem de perfil

De D. a 05.03.2018 às 10:56

Há muitas formas de começar mal um dia, esta é uma delas
Imagem de perfil

De Gaffe a 05.03.2018 às 11:25

E apesar de tudo, não é das piores ...
;)
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 05.03.2018 às 11:22

Um rapaz lindo, Gaffe!
O que significa que caracol por caracol, curvinha por curvinha, corzinha por corzinha, a Gaffe é uma mulher bonita.
Imagem de perfil

De Gaffe a 05.03.2018 às 11:25

Devia ver-me nos dias mais húmidos ... ...
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 05.03.2018 às 14:34

Gaffe, nos dias húmidos não há beleza ( alguma) que se aguente.
Imagem de perfil

De Gaffe a 05.03.2018 às 15:02

A pouca que tenho - se a tenho - desaba.
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 05.03.2018 às 17:33

Ui! Se diz isso da sua beleza, que direi da minha!
Imagem de perfil

De Gaffe a 05.03.2018 às 18:01

Nunca se subestime. Acredita em mim. É por termos uma visão demasiado crítica e um bocadinho negativa do que somos, que tantas vezes somos abusadas, ou minimizadas relativamente a pindéricas de silicone.
;)
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 05.03.2018 às 19:45

Subestimar, não, até porque gosto muito de mim, cuido de mim, e se não fosse isto, seria uma coitadinha.
Mas o tempo húmido é lixado, estraga-me a beleza e, sinceramente, as pindéricas de silicone não abalam a minha pessoa.
Os meus defeitos são naturais, aceito-os ( por exemplo, fica mal nas fotografias e quanto mais digo que fico mal, pior fico). Prefiro continuar, enquanto for possível, a cuidar da minha sanidade mental.
Imagem de perfil

De Gaffe a 05.03.2018 às 19:47

Belíssima atitude.
Temos de aprender a fazer como a minha irmã: o tempo é apenas um pretexto para mudar o guarda-roupa.
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 05.03.2018 às 19:52

Sem dúvida, a sua irmã está certíssima.
Uma boa noite.
Imagem de perfil

De Gaffe a 05.03.2018 às 20:37

É assustador, mas está sempre.
Boa noite para si também.
:)*
Imagem de perfil

De Quarentona a 05.03.2018 às 11:39

Achaste mesmo bizarro? Não sei se foi o tipo de música, mas juro que encontrei a Teresa Salgueiro algures perdida na voz da Susana...
Também sou dona de uns caracóis muito idênticos aos do belo espécime que nos apresentas, apenas defiro na cor :))))
Boa segunda-feira da parte de quem acha que a semana se devia cingir a sexta, sábado e domingo :P
Imagem de perfil

De Gaffe a 05.03.2018 às 11:43

A Travassos deixou "baixar" a Teresa Salgueiro.
Um susto.

O rapaz tem o cabelo exactamente igual ao meu. Não há nada de nada que faça a diferença!
Um susto.

Todas as manhãs de todos os dias da semana - um susto.

Só sustos.
Imagem de perfil

De Quarentona a 05.03.2018 às 13:46

Só espero que não te assustes comigo...
Imagem de perfil

De Gaffe a 05.03.2018 às 13:54

A solidariedade feminina impede que tal aconteça.
Imagem de perfil

De Gaffe a 05.03.2018 às 15:02

E por que raio havia eu de me assustar contigo?!
Imagem de perfil

De Quarentona a 05.03.2018 às 15:10

Eheheheh, sei lá! Talvez porque acordo sempre com os meus caracóis todos desgrenhados :)))
(eu é que me assustei com essa da solidariedade feminina)
Imagem de perfil

De Gaffe a 05.03.2018 às 15:41

A solidariedade feminina estava deslocada. Creio que respondia a qualquer outra coisa que disseste.

EU acordo toda desgrenhada. Se há lugar para susto, é o teu ... e o do rapagão, coitado.
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 05.03.2018 às 14:36

Um susto com uma beleza natural, como eu gosto.
Imagem de perfil

De Gaffe a 05.03.2018 às 14:46

Os caracóis são naturais. O cabeleireiro fica desumanizado ao tratar deles.
Sem imagem de perfil

De Carlos Berkeley Cotter a 05.03.2018 às 14:24

Há cortes e cabelos muito bonitos.
Imagem de perfil

De Gaffe a 05.03.2018 às 15:38

Eu sei.
Os meus - corte e cabelo - são isto.
:(
Imagem de perfil

De Corvo a 05.03.2018 às 16:32

Ó Gaffe. Se são isso então tem que desbastar as pontas porque está muito irregular.
A Quarentona podia muito bem ter-lhe dito isso, mas, lá está; a solidariedade feminina, pois.
:)
Imagem de perfil

De Gaffe a 05.03.2018 às 16:43

Meu caro,
O meu querido Miguel que o ouça e é um corvo morto.
Imagem de perfil

De Pequeno caso sério a 05.03.2018 às 17:45

Confesso que estes caracóis no rapaz soam estranho. Imagino outro corte, radical diga - se, e ficaria bem mais...masculino.

Quanto a ti, não mexia num caracol que fosse. Se o rapagão que acorda ao teu lado ainda sobrevive é porque a coisa não é assim tão má.
Havias de ME ver ao acordar. Meto o boneco "Chuky" no chinelo.
Se a ao aspeto e ao humor juntarmos o característico "bafo matinal" é caso para perguntar como é que continuo casada há 20 anos...
Mistérios desta vida que nunca conseguirei desvendar.
; )
Imagem de perfil

De Gaffe a 05.03.2018 às 17:57

Exactamente por isso é que fiquei ofuscada. Um mocinho tão comestível com o meu cabelo, tira-me o apetite.

Não faço nada. Quem tem obrigação de tratar disto tudo aos caracóis é o meu cabeleireiro (pago-lhe uma fortuna).

Creio que se chama Amor aquilo a que te referes. Quando dura, é para sempre.
Imagem de perfil

De Pequeno caso sério a 05.03.2018 às 19:37

Nada, absolutamente nada, dura para sempre.
; )
Imagem de perfil

De Gaffe a 05.03.2018 às 19:41

Não concordo. Depende muito do conceito que temos de eternidade. O meu fica já ali pela esquina.

Comentar post



foto do autor