Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Ilustração - Fernando Vicente


A Gaffe materna

rabiscado pela Gaffe, em 03.05.15

À tua volta cresce a pele das folhas recém-nascidas e a tépida candura das cortinas por onde se filtra a luz que vem de fora.

 

A minha vida lateja porque trago o teu coração dentro do peito, intacto, por romper, sem dano ou prejuízo. O meu coração impune em vez do teu, a bater no teu corpo, sem temor.

Abraço-te de joelhos os joelhos. Pouso a minha cabeça no teu colo e deixo-me aquietar, que o teu coração tenho-o no peito trocado pelo meu, na tua mão, e não há perigo.

Inclina-te para mim. Diz-me em murmúrio que na vida apenas valem os instantes, que Morte e Amor são coisas bem pequenas.

Que a tua mão sossegue o meu cabelo.

Que a tua mão aquiete a luz que vem de fora, nervosa, por entre as rendas das cortinas.

Que a tua mão sossegue a minha vida inteira.

Vou respirar em ti, prometo.

 

Minha mãe de pele de luz e folhas a nascer.

 photo man_zps989a72a6.png

Gavetas:


1 rabisco

Imagem de perfil

De Maria Araújo a 03.05.2015 às 13:35



Comentar:

Mais

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.





  Pesquisar no Blog

Gui