Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Ilustração - Fernando Vicente


A Gaffe militar (ou nem por isso)

rabiscado pela Gaffe, em 14.12.16

1.60.jpg

 

Desconfiemos sempre, raparigas, do homem que nos desaperta o soutien logo na primeira tentativa e do que constrói impérios e usa um galináceo como símbolo.

Estão ambos habituados a explorar a inocência. O primeiro, iludindo-a com juras já batidas e o outro omitindo o facto de saber que só o arroz pode ser de cabidela.

 photo man_zps989a72a6.png


3 rabiscos

Sem imagem de perfil

De Rapunzel a 15.12.2016 às 07:52

O pequenino da foto é demasiado asséptico... Também gosto mais do homem Marlboro. Mas o que me tira completamente do sério é o cavalheiro inglês... Como já escreveram, traumas de infância. O Londrino ou o de Cambridge. Nunca o pacóvio rural inglês. O Príncipe Carlos nem em coma, o Príncipe William nem com um bonito embrulho. Mas confesso que o Príncipe Harry me poderia rapidamente tirar do sério, não pela beleza mas pelo conjunto. Acho-lhe um piadão ou não fosse ele ruivo...
Fez muito bem em banir o "amigo", tudo o que vem da Rússia ou da China é, seguramente, causa de choque anafilático... E uma rapariga, apesar de esperta, não anda sempre com uma caneta de adrenalina na carteira...
Imagem de perfil

De Gaffe a 15.12.2016 às 09:32

O Príncipe William é tão parecido com o pai!... ...

O meu amigo não pode ser banido, diga as tolices que disser (e não diz muitas).
:)
É a minha maior fortuna.
Sem imagem de perfil

De Rapunzel a 15.12.2016 às 21:41

Pergunto-me se esse amigo será o que descreve no primeiro post deste blog. É que tenho um amigo exactamente igual. Não é meu amigo, é meu irmão. É a primeira pessoa a quem ligo num mau momento. A pessoa com quem tenho uma longa conversa só com o olhar. É a única pessoa com quem não tenho segredos, a quem posso contar tudo, mesmo o que não devo imaginar. É a pessoa com quem mais me riu. E riu-me muito. A pessoa que, às vezes, também mais me custa aturar... Com quem partilho as maiores barbaridades e os momentos mais hilariantes. Sempre. Tenho imensa sorte por o ter na minha vida. É o amigo.
Tem toda a razão, um amigo assim não se pode desperdiçar.

Comentar:

Mais

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.





  Pesquisar no Blog

Gui