Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Ilustração - Fernando Vicente


A Gaffe nas limpezas

rabiscado pela Gaffe, em 31.07.19

1.jpg

A Gaffe veste uma coisita dos seus ilusórios tempos de Jean-Paul Gaultier e decide levar a bom porto a pesadíssima tarefa que iniciou algures Antes de Cristo. Limpar os detalhes dos seus artifícios que, abandonados ao patine das horas que passam, se tornaram lixo.

 

Não tendo facebook para excluir amigos, não possuindo twitter para passarinhar com o pano, opta por ir debicando, aqui e ali, os grãos de pó que se depositaram nos interstícios da sua barroca – rococó, quiçá? - fraseologia.  

 

É evidente que fica exausta ao fim de alguns segundos.

os detalhes empoeirados são em demasia e para tão curto amor, tão longa a vida. Abandonemos, pois, o árduo trabalho e esperemos em sossego imóvel que o algodão se engane.

 

Pese embora a súbita inércia que a avassala, a Gaffe reconhece que uma mulher é capaz encontrar erros e falhas minúsculos, perdidos  nas pequenas fissuras conspurcadas e nas sombras esconsas das esculturas talhadas por homens que de tão sólidos rivalizam com a obra.

 

Somos absolutamente perfeccionistas quando se trata de descobrir poeiras adversas pousadas nas construções masculinas. Somos obsessivas-compulsivas quando nos relacionamos com a magnitude que se diz perfeita dos que nos povoam a vida e nos saltam para a cama. Somos heroínas de Agatha Christie se as provas do delito de imperfeição se encontram cobertas por camadas intermináveis de alibis.

 

Os homens conseguem, durante um breve período de tempo muito inteligente, enganar-nos nas grandes coisas, mas jamais nos conseguirão ludibriar nas pequeníssimas.

 

Meus queridos rapagões, convém que não se iludam.

Somos capazes, na limpeza dos detalhes, de trepar a todos os cantos e esquinas dos lugares, precipícios e falésias, onde acreditais que as vertigens nos convencem a deixar desapurado um grão de pó. Nem que para tal se tenha de chamar a senhora lá de casa

 

2.jpg

 photo man_zps989a72a6.png


23 rabiscos

Imagem de perfil

De Sarin a 31.07.2019 às 11:37

Esqueceu Mlle a referência ao modelito da 'senhora lá de casa'.


Já quanto à limpeza profunda, concordo em absoluto, nada como um ambiente desempoeirado - apenas não reviro bolsos, não espanejo carteiras e não lustro telemóveis.
Imagem de perfil

De Gaffe a 31.07.2019 às 11:54

Provavelmente é Moschino. Sempre foi muito dado a fardas ...

A "senhora lá de casa" trata dos assuntos mais negros. Tem de haver alguém que faça o trabalho sujo, não é?
À vezes, na maior parte das vezes, a limpeza nem sequer passa pelos bolsos, carteiras e telemóveis. O lixo está todinho ao canto dos olhos.
;)
Imagem de perfil

De Sarin a 31.07.2019 às 12:02

Uma Moschinha fardada? Compreende-se-lhe a desenvoltura.


Por vezes está mais disseminado - um pouco mais atrás dos olhos. Nada que uma remodelação não resolva :)
Imagem de perfil

De Gaffe a 31.07.2019 às 12:06

Absolutamente de acordo.
Sobretudo quando o rapagão das mudanças tem olhos que nos fazem esquecer o que está atrás deles.

Muitas vezes um "casamento" é "salvo", se uma mulher trocar de amante.
:)))
Imagem de perfil

De Sarin a 31.07.2019 às 12:17

Sem dúvida, principalmente se for solteira :D

Tenho quanto a isso uma sólida posição: que os envolvidos conheçam as regras, pratos limpos e lambidos; mas deslealdades não concebo.

Claro que há quem defenda que o maior gozo vem do secretismo, do engano - talvez. Mas não me seduz. Há segredos que o não devem ser sob pena de, com o lixo, acumularem térmitas.
Imagem de perfil

De Gaffe a 31.07.2019 às 12:29

Embora acredite que existem recantos secretos que só a nós dizem respeito, considero também que o segredinho produtor de lixo e de apelo a térmitas, é o mais destrutivo.
Imagem de perfil

De Sarin a 31.07.2019 às 12:38

Falo em segredos, não em todos os segredos.

A nossa vida começou antes de uma vida comum. Torná-la toda comum exigiria o tempo de uma vida... já passou, é nossa. Porventura poderemos partilhar informação - as memórias, passadas e futuras, nunca serão partilhadas inteiras, talvez por escolha mas primeiramente porque, sendo sensações, não serão sentidas da mesma forma. E nem adianta tentar explicar-lhes porquê :)

E depois... tem de haver sempre ponta de mistério, mais não seja a capacidade de surpreender ;)
Imagem de perfil

De Gaffe a 31.07.2019 às 13:03

... e de seduzir.

Estou sabiamente de acordo contigo.
Imagem de perfil

De Luísa de Sousa a 31.07.2019 às 12:08

Oh Gaffe, todas somos "Gatas Borralheiras" ....
Temos de aprender com os nossos queridos homens a "deixar andar", "fazer vista grossa" ...
Creio que seríamos mais felizes!!!
Gostei muito do post!
Imagem de perfil

De Gaffe a 31.07.2019 às 12:14

Oh! Não!

Eu sou muito mais a bruxa má, a madrasta, a a rainha maléfica. Tudo, claro, sem os apensos inconvenientes.
Seria bom que alterássemos alguns finais de algumas destas histórias. É tão cansativa a Branca de Neve.

Mesmo em criança escolhia como favoritas as personagens mais tenebrosas! Sempre as senti mais inteligentes do que as pasmadas das princesas sempre salvas por alguém que não elas.
Imagem de perfil

De Luísa de Sousa a 31.07.2019 às 18:12


Pois eu gostava muito das princesas .... mas nunca me iludi com príncipes!!!
Imagem de perfil

De Gaffe a 31.07.2019 às 20:24

Minha amiga, este está longe de ser príncipe.
Nunca é quem quer, ou quem se apodera do título.
:)

É curioso verificar que nunca o rei de Espanha e a sôdona rainha foram vistos numa tourada e Espanha é tauromaquia, mesmo ante de ser uma monarquia.
Também não entendo a aproximação que o rapaz faz entre família e tourada!
Mas cada um sabe de si e a Senhora de Fátima sabe de todos.
Imagem de perfil

De Sarin a 31.07.2019 às 20:38

Reviraste-te toda nos postais, este era das limpezas :)))


Se bem que seria aconselhável uma limpezazinha às teias de tal sótão ;)
Imagem de perfil

De Gaffe a 31.07.2019 às 20:47

E quem terá coragem de lá entrar?!
Aquilo "é muito ano".
Imagem de perfil

De Sarin a 31.07.2019 às 20:51

Com ventoinha?
Imagem de perfil

De Sarin a 31.07.2019 às 20:56

Confundis as cavidades, Ma'm'selle ...
Imagem de perfil

De Gaffe a 31.07.2019 às 21:07

Neles é tudo a mesmo a coisa.
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 31.07.2019 às 15:08

"Os homens conseguem, durante um breve período de tempo muito inteligente, enganar-nos nas grandes coisas, mas jamais nos conseguirão ludibriar nas pequeníssimas."

Como estou de acordo!
Somos tão perspicazes!
Imagem de perfil

De Gaffe a 31.07.2019 às 15:29

Claro que sim.
Eles ainda não o perceberam ...
Imagem de perfil

De Rui Pereira a 31.07.2019 às 23:48

Limpezas?
Fico a apreciar a atenção ao detalhe da menina da luva branca...
Imagem de perfil

De Gaffe a 01.08.2019 às 00:46

Sim. É sempre um prazer observar o profissionalismo em acção.
:)

Comentar post




Por força maior, os V. comentários podem ficar sem resposta imediata. Grata pela Vossa presença.


  Pesquisar no Blog