Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Ilustração - Fernando Vicente


A Gaffe observadora

rabiscado pela Gaffe, em 05.05.14

Não é por falta de observação que estamos cegos:

 

Observatório Permanente da Juventude

Observatório dos Medicamentos e dos Produtos da Saúde
Observatório Nacional de Saúde
Observatório Português dos Sistemas de Saúde
Observatório Vida

Observatório do Ordenamento do Território
Observatório do Comércio
Observatório da Imigração
Observatório para os Assuntos da Família
Observatório Nacional da Droga e Toxicodependência
Observatório Europeu da Droga e Toxicodependência
Observatório Geopolítico das Drogas
Observatório do Ambiente
Observatório das Ciências e Tecnologias
Observatório do Turismo
Observatório para a Igualdade de Oportunidades
Observatório da Imprensa
Observatório das Ciências e do Ensino Superior
Observatório dos Estudantes do Ensino Superior
Observatório da Qualidade em Serviços de  Informação e Conhecimento
Observatório da Comunicação
Observatório das Actividades Culturais
Observatório local da Guarda
Observatório de Inserção Profissional
Observatório do Emprego e Formação Profissional
Observatório Nacional dos Recursos Humanos
Observatório Regional de Leiria
Observatório Permanente do Ensino Secundário
Observatório Permanente da  Justiça

Observatório Estatístico de Oeiras
Observatório da Criação de Empresas
Observatório Mcom
Observatório Têxtil
Observatório da Neologia do Português
Observatório de Segurança

Observatório do Desenvolvimento do Alentejo
Observatório de Cheias
Observatório da Sociedade de Informação
Observatório da  Inovação e Conhecimento 
Observatório da Qualidade em Serviços de  Informação e Conhecimento
Observatório das Regiões em  Reestruturação

Observatório das Artes e Tradições
Observatório de Festas e Património
Observatório dos Apoios Educativos
Observatório da Globalização
Observatório do Endividamento dos Consumidores
Observatório do Sul Europeu
Observatório Europeu das Relações Profissionais
Observatório Transfronteiriço Espanha-Portugal
Observatório Europeu do Racismo e Xenofobia
Observatório dos Territórios Rurais
Observatório dos Mercados Agrícolas
Observatório Virtual da Astrofísica
Observatório Nacional dos Sistemas Multimunicipais e Municipais
Observatório da Segurança Rodoviária
Observatório das Prisões Portuguesas
Observatório Nacional da Diabetes
Observatório de Políticas de Educação e de Contextos Educativos
Observatório Ibérico do Acompanhamento do Problema da Degradação dos Povoamentos de Sobreiro e Azinheira
Observatório Estatístico
Observatório dos Tarifários e das Telecomunicações
Observatório da Natureza
Observatório Qualidade
Observatório da Literatura e da Literacia
Observatório da Inteligência Económica
Observatório para a Integração de  Pessoas com Deficiência
Observatório da Competitividade e Qualidade de Vida
Observatório Nacional das Profissões de Desporto
Observatório das Ciências do 1º ciclo
Observatório Nacional da Dança
Observatório da Língua Portuguesa
Observatório de  Entradas na Vida Activa
Observatório Europeu do Sul
Observatório de Biologia e Sociedade
Observatório Sobre o Racismo e Intolerância
Observatório Permanente das Organizações Escolares
Observatório Médico
Observatório Solar e Heliosférico
Observatório do Sistema de Aviação Civil
Observatório da Cidadania
Observatório da Segurança nas Profissões
Observatório da Comunicação Local
Observatório do Jornalismo Electrónico e Multimédia
Observatório Urbano do Eixo Atlântico
Observatório Robótico
Observatório Permanente da Segurança do Porto
Observatório do Fogo
Observatório da Comunicação (Obercom)
Observatório da Qualidade do Ar
Observatório do Centro de Pensamento de Política Internacional
Observatório Ambiental de Teledetecção Atmosférica e Comunicações Aeroespaciais

Observatório Europeu das PME
Observatório da Restauração
Observatório de Timor Leste
Observatório  de  Reumatologia
Observatório da Censura
Observatório do Design
Observatório da Economia Mundial
Observatório do Mercado de Arroz
Observatório da DGV
Observatório de Neologismos do Português Europeu
Observatório para a Educação Sexual
Observatório para a Reabilitação Urbana
Observatório para a Gestão  de Áreas  Protegidas
Observatório Europeu da Sismologia
Observatório Nacional das Doenças Reumáticas
Observatório da Caça
Observatório da  Habitação
Observatório do Emprego em Portugal
Observatório Alzheimer
Observatório Magnético de Coimbra 

 

O negrito é meu, só porque achei os observatórios destacados mais dignos de inclusão numa qualquer corrente surrealista com pancada cerebral.

  

 photo man_zps989a72a6.png

Gavetas:


27 rabiscos

Sem imagem de perfil

De O Lobo a 09.05.2014 às 17:39

Querida "Gaffe" depois de ler o que escreveu, não foi preciso pensar muito para constatar que está cheia de razão.
Eu já sei que não se pode "vomitar" opiniões sem se reflectir pelo menos um pouco, coisa que evidentemente não fiz.
Em "acto de contrição" porque pouco sei deste Diogo para além de o ter visto representar, fui ver se tinha respondido, e de facto respondeu, foi uma resposta doce com talvez duas pequeníssimas alfinetadas (perfeitamente compreensíveis).
Está aqui a resposta, tenho quase a certeza que já a leu, mas já que "dei voz à Maria"..

"A mesma vontade e alegria com que aprendi enquanto trabalhei nos 'Malucos do Riso' é a mesma vontade com que aprendi sobre a 'Vida de Salazar'. Querida Maria, eu não sou ator porque tenho uma agenda ou estratégia de carreira. Sou ator porque amo o público e fazê-lo vibrar com alguma coisa que possa interpretar, seja a rir ou chorar, dá-me vida", começou por afirmar Diogo Morgado.

"O que fui fazer ao 'Vale Tudo' não foi mais do que reencontrar, divertir e divertir-me com quem me viu crescer e aprender o público português a quem serei sempre grato. E nada mais do que isso. Querida Maria compreendo que não aprove tudo o que eu possa eventualmente fazer profissionalmente, da mesma maneira que lamento nunca a ter visto em algo que não me provoque apenas uma genuína gargalhada. Mas sabe tão bem ou melhor que eu que vida de artista é mesmo assim não é. Nunca se agrada a toda a gente. Só lamento que essa aparente preocupação com a minha carreira não tivesse vindo pela forma de uma mensagem pessoal ou de um telefonema, mas sim numa página pública de Facebook", prossegui o ator.

Diogo Morgado terminou a sua mensagem pública falando do esforço que tem feito para ser bem sucedido internacionalmente. "Querida Maria, queria que soubesse que a única coisa que cai do céu é a chuva. E posso-lhe garantir que ao contrário de muitos artistas em Portugal a trabalhar anos no mesmo 'lobby', fora de Portugal, a sorte ou cunha não contam para absolutamente nada, só o trabalho e empenho. Beijinho grande Parrachita, gosto mesmo muito de si e só por isso é que não consegui ser indiferente", salientou.

Só conheço um actor (passa a vida nas novelas e ou no teatro) fizemos amizade na infância, certo dia eu com 18 ele com 19 anos aventuramo-nos numa longa viagem de comboio (finais dos anos 80) . Se não me falha a memoria tinhamos acabado de passar pelo Mónaco e entrado em Itália, resolvemos sair da cabine, e dar um pouco a perna por aqueles corredores das carruagens, as tantas numa das carruagens viajavam sós duas belas raparigas e de imediato( foi instintivo) entramos e sentámo-nos, troca de olhares
sorrisinhos lá comecei a falar (o meu grande amigo e futuro actor, actual pode-se dizer figura publica) não sabia falar francês, eram realmente duas raparigas 22 23 anos muito bonitas, pouco mais velhas que nós.Para nos ajudar à conquista entram mais dois rapazes na cabine mas estes mais preparados que nós, além de mais velhos (talvez 25 máximo 27 anos) vinham já de arma na mão:( ( "carabinieris" ) e de farda. Bem tenho de abreviar um pouco, eram simpáticos no inicio estavam-se a meter comigo, onde é que tens a tua mala.. rapidamente percebi que estavam a brincar.. mas não estavam muito convencidos a saírem nunca percebi se queriam as raparigas para eles... até hoje..
Por fim de novo os quatro...
Para finalizar se nós tinhas fome elas tinham vontade comer por isso não foi difícil fazermos uma escala improvável , Forte dei Marmi, (elas iam para Roma nós não..) , lá conseguimos um albergue onde ficámos no mesmo quarto , bom saímos fomos a uns bares.. Não vou falar do que se passou no regresso ao albergue mas de manhã andava o "pobre" do nosso famoso actor a tentar encontrar cola de contacto pois a cama já não era digna desse nome... essa missão coube-lhe a ele pois só aprendi Italiano mais tarde..
Enfim uma aventura Hilariante para dois "putos" um de 18 outro de 19anos.. mas ainda hoje quando me lembro de certas coisas acho que muitas vezes onde achei que conquistei..fui eu o conquistado...

(\ /)
`( - . - )´
(") (")

Não é Pascoa , é para a Gaffe pelo que me atura.
*
"Ruivita" penso que gosta de mim como gosta da Constança ouve-a 15 segundos e chega.. A mim lê-me quinze palavras :))
Sem imagem de perfil

De O Lobo a 09.05.2014 às 17:43

Então o Coelhinho estava tão bonitinho e no acto de publicar perdeu quase a cabeça? :)) já percebi porquê..tarde demais ..ah foi como avaliei o nosso Diogo Morgado... Da próxima pelo menos em relação ao coelho penso que não falho:)
Imagem de perfil

De Gaffe a 09.05.2014 às 19:21

Confesso que o Diogo Morgado me é indiferente, mas temos do concordar com o rapagão.

Não gosto de si como da Constança! Não fico com ciúmes dos rapazes que "viajaram" com a senhora...
;)
Não tenho ciúmes da Constança. Tenho ciúmes seus.
Sem imagem de perfil

De O Lobo a 09.05.2014 às 21:06

Estou aqui a olhar sem saber o que escrever, sinto-me estranhamente
confuso. Tem de sair aqui de dentro qualquer coisa não me lembro nunca de ter deixado algo por dizer ( excepção ao meu Pai,mas isso já não tem remédio), espero que ele mesmo quando fui "obrigado" a ficar em silêncio o tenha entendido, ou se por acaso estiver por ai n´algum plano espiritual , tenha uma pequena noção de apesar de tudo, o quanto o amei.
Se houver um campo de golfe por perto menos mal , sei que o diverte.
Ruiva agora é mesmo consigo... já não chega me ter apaixonado pelos seus textos (convenhamos que tem alguns que fazem morrer d´inveja muito escritor) não precisa de ter ciúmes nenhuns sou seu fã não reclamo ser o numero 1 que não quero que venha aqui ninguém dizer que chegou primeiro:) só mesmo por isso:)
Quem sabe se um dia, nem que seja noutra vida não partimos três camas, desde que não sejam daquelas em madeira maciça (isso seria vandalismo) e eu não gosto.
Gosto muito muito de si, mas isso já sabia:)
Ah, vou voltar um pouco à leitura, cada vez estou a gostar mais do livro;) *
Sem imagem de perfil

De O Lobo a 10.05.2014 às 08:35

Amei a gaffe mapeada, desculpe não saber "mimá-la" mais do que desta forma .Penso em fechar o Lobo aqui no observatório, tem vantagens não ando a comentar onde só estrago, consigo observar melhor, vejo quem chega antes de ser visto,(não não estou a tentar reescrever a história do capuchinho vermelho) e neste momento tenho de lhe segredar que já não me lembrava de ter uma insónia , que noite .. Vou voltar para a cama com fé que a insónia desapareceu.. ;)*
Sem imagem de perfil

De O Lobo a 10.05.2014 às 16:45

Vejam bem, tal foi a insónia ..só agora me sinto recuperado e bem almoçado.. "Ruivita" assim com um certo receio de levar com um dicionário na cabeça, ouso perguntar se se "alimentou" da réplica ou do rapazinho? ;) odeio-me quando faço perguntas..
Ah, fiquei aqui fechado no observatório mas não se incomodem, não abram a porta, foi por iniciativa própria (não foi sequestro). ;)
Sem imagem de perfil

De O Lobo a 10.05.2014 às 18:16

O que eu queria mesmo perguntar era se o que lhe alimentou mais a vista foi o quadro geral (uma réplica do Marlon Brando acompanhada por um rapazinho com olhos de amêndoa morena ) ou a réplica do Marlon Brando ou simplesmente o rapazinho?
Já viu isto é uma pergunta de quem está com ciúmes.
Espero que ligeiros, que não morro de amores nem pela palavra.
;)
- Estou uma lesma a ler o livro, volto constantemente atrás é falta d´hábito, há anos que não lia nada.. uma vergonha... Pode ser que ainda recupere o tempo perdido..
Imagem de perfil

De Gaffe a 11.05.2014 às 15:05

Tem de começar a comentar nos posts relacionados, meu querido!
Assim confunde-me e tudo fica a parecer um ""cadavre exquis"!

O Brando e o rapazinho formavam um casal amoroso.
:(

Sem imagem de perfil

De O Lobo a 11.05.2014 às 23:38

Hoje o "Lobo" está atarefado nem sempre o domingo é dia do "senhor", tenho de preparar uma serie de coisas para esta semana, já não falta tudo.. e eu que um dia tinha dito que me reformava aos 40 e já lá vão mais uns 5 em cima disso... Vou tentar não confundi-la, estava a tentar ficar aqui no observatório não fosse assustar alguém :p sou um tonto não é?
"cadavre exquis"
Sabe que adora arte, pintura surrealista identifico-me com ela , tem de haver gostos para tudo.. Este rapagão já lhe vieram as lágrimas aos olhos a olhar para certas obras de Salvador Dalí.
Tenho algumas coisas do Cruzeiro Seixas , e já me dou por muito feliz.

Um senhor muito velhinho ajudou-me muito, tinha das melhores colecções do país, foi me apresentado e ficámos amigos não sei porquê gostou muito de mim, mostrou-me tudo o que tinha e perguntou-me pensa que consegui isto tudo só com a medicina?
E eu fiquei caladinho... Não meu amigo "Lobo", está a ver este José Malhoa ? Antes deste tive 8 cada vez que via um mais bonito comprava e vendia o que tinha com o que ganhava, as coisas iam ficando equilibradas, foi assim também com os outros pintores que acabou de ver.. Foram mais de 40 anos a coleccionar e a vender a outros amigos médicos advogados etc.. E nunca ninguém suspeitou
que ao longo da vida acabei por ser um negociante de pintura, a maior parte das vezes com o medo de comprarem porcaria(entenda-se quadros de bons autores mas não muito conseguidos ou até falsos) eles confiavam em mim e pediam-me para lhes ir arranjando. Não vou estar aqui a dizer nomes de pintores mas a Gulbenkian quando necessitava para uma exposição que retratava uma época lá lhe telefonava a pedir uma dúzia de quadros emprestados..
Podia estar aqui a noite toda do que aprendi com este Senhor já falecido, foi uma das pessoas de maior generosidade ele e a sua mulher que conheci.
Não vou pelo que se diz que atrás dum grande homem tem que estar uma grande mulher... Não é verdade ajuda mas não é obrigatório.. assim como ajuda atrás duma grande mulher estar um grande homem.. pelo que vi até hoje serve para os dois lados..
Até nem gosto da frase pelo simples facto quer inferioriza a mulher.. Tenha sido Deus ou não é a melhor criação que conheço.
Continuo muito confuso quanto ao tema Deus.Salvo o meu pai que não lhe fazia confusão, simplesmente não acreditava, o resto da família é muito convicta.
Ainda não perdi a fé de o encontrar um dia destes.. ou bastava o caminho das pedras que tanto o meu avô me falava..
Obrando e o rapazinho , não gosto de a ver triste ":(" , fico logo com vontade de mimá-la.

Comentar post





  Pesquisar no Blog

Gui