Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Ilustração - Fernando Vicente


A Gaffe oriental

rabiscado pela Gaffe, em 16.04.15

Zaitchev.jpgTerem ambos o mesmo nome não me facilita rigorosamente nada as coisas.

 

Tem sido curioso observar o comportamento dos dois homens perante o facto de saberem, mesmo que nada seja invocado ou mesmo insinuado de raspão, que um deles se sobrepõe ao outro nas minhas preferências.

 

Se chamo o rapagão, o rapazinho do Douro vira a cabeça ondulada e sorri, de cicatriz na sobrancelha, impossível de deixar de olhar, de apetecer beijar- tão pequenina -, de corpo abandonado com cheiro bom a palha seca ou a terra acabada de molhar, a frutos verdes e a água dentro de vasilhas de cortiça.

O rapagão, por sua vez, exibe a ilusória posse olhando-me com os olhos das mãos e tentando sempre tocar, leve, levemente, como quem chama por mim.

Evitam cruzar o olhar e raramente trocam palavras. Não se ouvem também, o que os transforma numa imperfeita e símia trilogia do oriente.

 

Eu, imperatriz Ming, espalho o solar e sábio dividir para que reine a cor da flor do lótus. 

 

Ilustração - Zaitchev

 photo man_zps989a72a6.png

Gavetas:


4 rabiscos

Imagem de perfil

De Fernando Lopes a 16.04.2015 às 19:19

Olhe que a sua natureza sedutora, um dia ainda lhe traz sarilhos dos grandes.
Imagem de perfil

De Gaffe a 16.04.2015 às 19:41

Eu sei...
Tenho conseguido escapar por entre os pingos de chuva.
:)*
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 17.04.2015 às 23:24


Com um vocabulário e escrita perfeitos, acrescidos do charme que a Gaffe espalha pelas avenidas, não há rapazinho ou rapagão que não se deixe "seduzir" pela desafiadora e imponente imperatriz Ming.

Bom fim de semana.
Imagem de perfil

De Gaffe a 18.04.2015 às 12:34

Obrigada.
:)***

Comentar post





  Pesquisar no Blog

Gui