Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Ilustração - Fernando Vicente


A Gaffe refulgente

rabiscado pela Gaffe, em 23.01.18

421.jpg

É interessante perceber que por vezes a condição humana entra por esgotos ou estanca nas vielas mais obscuras, pensando que, por ter na mão um candeeiro, tem o direito de sentir que é uma estrela.  

 photo man_zps989a72a6.png

Autoria e outros dados (tags, etc)


25 rabiscos

Sem imagem de perfil

De Isa a 23.01.2018 às 11:28

Uau..
Double Uau!


(E pronto, perante a magnificência dessa frase, humildemente me retiro..)
Imagem de perfil

De Gaffe a 23.01.2018 às 12:17

Oh! Não vás! Não vás! Não vás!

Pronto... Já foi.
;)
Sem imagem de perfil

De Isa a 23.01.2018 às 14:56

:)

Mas volto.

Imagem de perfil

De j.campião a 23.01.2018 às 11:36

Muito bem Gaffe, muito bem. O texto liga maravilhosamente com a imagem!
Imagem de perfil

De Gaffe a 23.01.2018 às 12:19

É a imagem que talvez não tenha ligações.
Imagem de perfil

De pimentaeouro a 23.01.2018 às 12:22

Para o bem e para o mal somos deuses e demónios.
Imagem de perfil

De Gaffe a 23.01.2018 às 13:22

Falta contabilizar a quantidade de anjos - nem deuses, nem demónios -, que nos escapam.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 23.01.2018 às 13:15

O poder corrompe e corrói.
Um bom dia para si, Gaffe.
Imagem de perfil

De Gaffe a 23.01.2018 às 13:21

Às vezes duvido muito se essa afirmação é completamente verdadeira.
Creio que o poder apenas revela os que sempre foram corruptos e sempre desejaram ser corrompidos.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 23.01.2018 às 15:19

Escrevi-o no seu recanto, por duas razões, digamos três razões :
. Porque o senti a propósito, do que lhe li
. Acredito que tenho em mim, tudo, - o que em sentido lato, lhe dá razão, exceptuando o seu "os", que creio, sermos todos ! -, de bom e de mau.
. Acho que raros o desejam. Todos gostamos de ser belos, ao nosso olhar e critério.
Há só uns, que pelo facilismo aparente da oportunidade, pela premência das necessidades, ou pela desistência no que se crêem ser, mais cedo, que não mais fácilmente, se vendem nesta selva de vendedores e pregões.
Não sou anónimo. Sou incógnito, chamado de Vai no Blogger.
É o Sapo ou o Blogger, que me faz de incógnito, anónimo no seu sítio.
Desculpo-me pelo que seja responsável e pela minha ignorância em o saber mudar.
Tarde bonita para si, Gaffe.
Imagem de perfil

De Gaffe a 23.01.2018 às 15:34

Provavelmente tem razão e suponho que acabamos por acreditar nas mesmos premissas.

Há no entanto a minha crença:
O poder - seja ele qual for - não transforma os homens, revela-os. Por norma a revelação não é seráfica.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 23.01.2018 às 15:58

Por norma, exorcizam-se os humanos, em homens, feitos serafins de Humanidade.
Não tenho nunca razão.
Às vezes como agora, exponho-me nas minhas convicções de agora, aberto e sedento de que se mudem por convicção.
Só isso, e só por isso.
Imagem de perfil

De Gaffe a 23.01.2018 às 16:24

É razão que basta.
:)
Sem imagem de perfil

De Pedro Wasari a 23.01.2018 às 14:48

A ilusão do momento, chega a toldar a visão dos mais lúcidos.

Imagem de perfil

De Gaffe a 23.01.2018 às 15:35

Os mais lúcidos são os que mais frequentemente se iludem. A lucidez não é apanágio do real.
Imagem de perfil

De Fleuma a 23.01.2018 às 16:41

Cioran ficaria enamorado nestas palavras.

É a beleza da temperatura abaixo de zero.



E não terna Gaffe, ainda não se viu livre de mim.

Saúde,
Imagem de perfil

De Gaffe a 23.01.2018 às 16:50

É inconveniente existir.

(Tive saudades suas!... e ciúmes.)
Imagem de perfil

De Fleuma a 23.01.2018 às 17:59

As saudades, aceito-as com humildade.

Os ciúmes desconheço porque são e, verdade absoluta, não são merecidos.
Imagem de perfil

De Gaffe a 23.01.2018 às 18:09

Não entendi como decidiu emudecer. Fiquei acabrunhada e tenho saudades.
Os ciúmes femininos são mistérios que não o aconselho a tentar desvendar.
Imagem de perfil

De Fleuma a 23.01.2018 às 18:52

Quando emudecer de vez, será decididamente a primeira a saber.

O blog ainda está privado porque decidi discutir alguns pontos com gente que não é desta margem. Estranho, mas muito revelador.

De facto, já tinha decidido terminar. Mas tenho vindo a receber argumentos para esticar uma pouco mais este blog enquanto conseguir.

Veremos.

Sabe que tudo o que se revela misterioso é panaceia para mim?
Imagem de perfil

De Gaffe a 23.01.2018 às 19:10

Fico à espera, como menina obediente que sou,
:)

Volte depressa.
O que se revela misterioso atrai sempre os que fazem da panaceia apenas um conceito. Sempre, meu caro Fleuma, foi exímio em modelar conceitos tidos preconceitos.
Vou esperar por si.
Imagem de perfil

De Corvo a 24.01.2018 às 09:57

Bom dia, Gaffe.
Todos nascemos verdadeiros.
Todos morremos mentirosos.
Um excelente dia para si.
Imagem de perfil

De Gaffe a 24.01.2018 às 16:30

E no entanto a morte é a única verdade que realmente conhecemos.
Imagem de perfil

De Corvo a 24.01.2018 às 16:47

Ora aí está um pensamento profundo que nunca me ocorreu.
Como nascemos morremos.
O que trouxemos connosco ao despontar é o que levamos no ocaso.
Tudo resto, muito ou pouco, cá fica porque na verdade nunca nos pertenceu.
O que leva à reflexão se para certas coisas com que amarguramos as curtas férias que a ceifeira nos concede, valeu a pena.
Acho que ando assim um pouco para o fatalismo, não ligue. Nada que com o Benfas em primeiro a coisa não arribe.
:)
Imagem de perfil

De Gaffe a 25.01.2018 às 10:00

O que nos leva a acreditar que é irrisória toda a preocupação existencial que se atira por todo o lado.

Comentar post



foto do autor