Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Ilustração - Fernando Vicente


A Gaffe relativa

rabiscado pela Gaffe, em 24.09.18

cv.jpg

Diz o sábio que o tempo é relativo.

A Gaffe simpatiza imenso com o alegado autor da máxima e embora jamais possa entender a sua Teoria, percebe a simplória sentença que lhe é atribuída.

A consciência das alterações operadas nesta rapariga aos longo destes últimos anos, sobreveio num curtíssimo espaço de tempo. Dois meses foram suficientes para que as metamorfoses ocorridas em silêncio subterrâneo, se revelassem de forma evidente e provassem que o povo tem razão, de quando em vez.

Quem sai aos seus, não degenera.  

A Gaffe apercebeu-se que saía aos seus. Provavelmente aos piores, se pautarmos a nossa avaliação pelas listagens e parâmetros de quem vai pastando unicórnios.

O optimismo ledo e brando, a tolerância suave, a maleabilidade, a paciência, a solidariedade, a compreensão e todas as outras características que são apanágios das boas pessoas, foram sendo assoberbadas, foram tendo acidentes - atropelamento e fuga - e foram assolapadas, devagarinho aniquiladas, pois que devagar se vai ao longe. A grande metrópole do real acabou de vez com a ilusão de que todo isto era impressão, uma fitinha de nada para compor o ramalhete.

 

A Gaffe é uma cabra, cumprindo a tradição dos seus - das suas, sobretudo. Agrada-lhe perceber que orgulha a família.

Como seria de esperar, não a incomoda balir desta forma. Tem o mesmo som da Inocência ou da infância - nem sempre coincidem -, pois que nos convencem que os extremos se tocam.

 

Apesar do dito, a Gaffe observa o mundo como outrora. A diferença está no facto de sentir que no antigamente das estrelas, pese embora os brilhozinhos, usar o capuchinho das pessoas certas podia facilmente ser sinónimo de perigo, enquanto que agora esta rapariga sabe que os lobos estão em extinção. Os pobrezinhos.

 photo man_zps989a72a6.png

Autoria e outros dados (tags, etc)


4 rabiscos

Imagem de perfil

De Pequeno caso sério a 24.09.2018 às 21:15

Mesmo que fosses uma "cabra", serias sempre uma cabra em bom. Em muito bom.
;)
Imagem de perfil

De Gaffe a 24.09.2018 às 22:26

Não há outra forma.

Enfim, até há, mas não me parece apropriada, até porque não sou gorda:
"A puta da vaca".

Nada elegante.
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 25.09.2018 às 07:25

Vou dizer algo que espero não.ofender.
Dentro de cada uma de nós, e em momentos certos, existe uma cabra.
É inevitável.

Imagem de perfil

De Gaffe a 25.09.2018 às 09:45

Concordo em absoluto.
O que é necessário é escolhermos bem o pasto.
;)

Comentar post



foto do autor