Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Ilustração - Fernando Vicente


A Gaffe silenciadora

rabiscado pela Gaffe, em 24.09.16

ar..jpg

Não me apetece falar sobre nada. Seria bom que te calasses também.

- Devias falar sobre todas as coisas. Se falares sobre uma tulipa ou sobre um cão, eles tomam o lugar que desocupas na tua boca e consegues sentir o cálice da flor e ouvir os latidos do teu cão. Se te calares, se não falares de tulipas e de cães, ficas sem o tecido das pétalas e amorteces o som dos cães que chamam por ti, dentro da boca.

- Quem te disse todas essas coisas? São patéticas e estou cansada de te ouvir. Cansei-me de metáforas

- Ninguém me disse nada.

- Então não fales.

- Se tu quiseres, não falo.

- Quero.

- Fico aqui sentado. Não digo mais nada.

- Não é verdade quando dizes que se me calar amorteço todos os sentidos. Ninguém amordaça o sentir com o silêncio.

- Eu consigo.

- Então ficas com os latidos dos cães dentro da boca.

- E sem tulipas ou com tulipas a latir na vez dos cães.

 

Às vezes as metáforas são como náufragos. Entra-lhes dentro o mar inteiro. 

 photo man_zps989a72a6.png

Gavetas:


10 rabiscos

Imagem de perfil

De Pequeno caso sério a 24.09.2016 às 12:19

Nada como o som do silêncio.
Por vezes é reconfortante.
Outras, ensurdecedor.
Mas de facto tens razão. Ninguém amordaça o sentir com o silêncio.
Antes pelo contrário. Quando mais em silêncio estamos mais sentimos.
Deve ser por isso que ouço tanta musica ou tenho a televisão ligada mesmo sem sequer saber o que está a dar.
Imagem de perfil

De Gaffe a 24.09.2016 às 17:25

Às vezes penso que é exactamente o contrário que acontece. Deixamos o silêncio sentor por nós. Tornamo-lo uma almofada.
Imagem de perfil

De Pequeno caso sério a 24.09.2016 às 18:54

Conseguisse eu fazer do silêncio uma almofada...
Imagem de perfil

De Gaffe a 24.09.2016 às 19:31

De umau se outra forma, conseguimos todas.
:)
É tudo uma questão de fronhas ou de preenchimentos.
Imagem de perfil

De Pequeno caso sério a 24.09.2016 às 19:35

: )

(esqueci - me de dizer que a imagem que escolheste é absolutamente divinal. Já me vi assim. Muitas vezes. Por sorte "a água " nunca levou a melhor.)
Imagem de perfil

De Gaffe a 24.09.2016 às 19:39

Encontrei uma série deste teor, maravilhosa. Esta era a mais sugestiva.
Sou "doida" por imagens.
Imagem de perfil

De Pequeno caso sério a 24.09.2016 às 19:44

Já tinha percebido :)
Vê - se que escolhes cada imagem e não há acasos.

Eu adoro fotografia e ,modestamente, tenho algum jeito . Para tirar. Não para servir de modelo.

Deve ser por isso que perco tanto tempo a observar as pessoas. Acho que estou constantemente a tirar fotos que vou guardando dentro de mim e revisito sempre que preciso que a "água " não suba demasiado.
Imagem de perfil

De Gaffe a 24.09.2016 às 19:49

Infelizmente sou uma nulidade a fotografar.
Gosto tanto de imagens!

Dizem que um bom fotógrafo é um pintor frustrado. Às vezes suspeito que há uma verdade nisto. No meu caso, nem pintar eu sei. Não tenho hipótese sequer de ficar frustrada.
Imagem de perfil

De Pequeno caso sério a 24.09.2016 às 20:01

Também não exageremos...
Digamos que me ajeito com a fotografia . E com o pincel também.

(acho que tenho de reformular a última frase )

; )
Imagem de perfil

De Gaffe a 24.09.2016 às 20:04

Não reformules. Não se toca numa equipa vencedora.

Comentar post





  Pesquisar no Blog

Gui