Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Ilustração - Fernando Vicente


A Gaffe distinguida

rabiscado pela Gaffe, em 21.05.15

 

troll.gifA Gaffe tem de pedir desculpa à autora do artigo que vai referir. Não recorda o nome, nem onde o leu, mas na altura achou que estava muito bem escrito e continha um humor muito agradável e cativante.

O artigo falava naquilo a que se chama troll, definindo-o e caracterizando-o.

O troll seria um indivíduo que se cola literalmente a um determinado blog - ou blogs - e preenche compulsivamente a caixa de comentários sem qualquer critério, muitas vezes de forma insultuosa e gratuita. Nada o impede de comentar o que quer que seja. Escreve muitas vezes sem nexo e amiúde sem ligação àquilo que lê. Escreve de forma a conseguir uma eventual resposta ou um número aumentado de visitas ao seu próprio covil. Normalmente o blog que o troll mantém é de uma nulidade absoluta e chega a raiar a debilidade mental.
Segundo a autora não há forma de nos livramos dele. É o nosso troll. Temos um pequenino sinal que nos apareceu na coxa, que nos dá um certo charme e um ar bastante sexy quando o mostramos logo a seguir ao ligueiro YSL, e temos um troll que nos surgiu do nada para nos maçar o blog.

 

Há no entanto uma outra espécie de estranha forma de ser.

 

A criatura anã que cospe nos outros com o ar seráfico dos mártires, mas sem sair do abrigo das paredes nuas de um buraco insalubre.

Facilitando a compreensão do conceito, podemos referir a existência de um troll externo capaz de inculcar toxinas na pele alheia projectando-as do seu covil a distâncias impensáveis para o tamanho que possui.

Uma das diferenças entre o troll habitual e esta nova modalidade consiste no facto desta última ser capaz de desenvolver uma fixação obsessiva, compulsiva e a raiar a degenerescência cerebral pelos alvos que escolheu, transformando toda a sua existência numa lura pantanosa onde os berlindes quebrados do ruído dos riscos que rasga se vão empapando de ilegibilidade.   

           

Não há nada a fazer. São coisas que acontecem.

 photo man_zps989a72a6.png


43 rabiscos

Imagem de perfil

De M.J. a 21.05.2015 às 10:28

Há sempre qualquer coisa a fazer: rir da criatura até doer o estomago costuma resultar. É quase terapêutico.
Imagem de perfil

De Gaffe a 21.05.2015 às 10:31

Por acaso não penso assim.
Rir da criatura é já assumir que nos despertou uma emoção e nem risível ela consegue ser.
Imagem de perfil

De M.J. a 21.05.2015 às 10:46

Isso é porque és uma pessoa com maturidade. Mas eu sou uma miuda idiota:)
Imagem de perfil

De Gaffe a 21.05.2015 às 10:55

Também não penso assim.
:)
Creio que é uma questão de distanciamento inevitável.
Às vezes sinto que estou apenas a olhar para um bichito que bate contra os vidros da janela do apartamento do outro lado da rua.
Sente que não pode entrar, mas vai insistindo de um modo patético
Imagem de perfil

De M.J. a 21.05.2015 às 11:03

Escreveste patético. Eu li poético. Acho que as duas coisas se adequam. :)
Imagem de perfil

De Gaffe a 21.05.2015 às 11:58

Deuses! Hoje discordamos tanto!
:))))
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 21.05.2015 às 13:01

Comentário apagado.
Imagem de perfil

De Gaffe a 21.05.2015 às 13:29

Obrigada, minha querida!
:)*
Imagem de perfil

De bloga-mos a 21.05.2015 às 13:34

Gostava tanto de ter um desses para abanar um pouco a cálida felicidade que me habita...
Imagem de perfil

De Gaffe a 21.05.2015 às 13:41

Para o fazer feliz, não me importo de me transformar no seu trollizito privado.
Imagem de perfil

De bloga-mos a 21.05.2015 às 14:01

Já o faz sempre que visito este sumptuoso palácio, Princesa minha...
Imagem de perfil

De Gaffe a 21.05.2015 às 14:04

E eu gosto tanto de o ter aqui!
Imagem de perfil

De bloga-mos a 21.05.2015 às 14:14

Apesar de tudo, bem sei...
Imagem de perfil

De M.J. a 21.05.2015 às 15:07

sabes gaffe, acho que a nice entendeu que este post era para a filipa. acho que enfim, se calhar era melhor esclarece-la.
Imagem de perfil

De Gaffe a 21.05.2015 às 15:17

NÃO!
Não. De modo nenhum! jamais incluiria a Filipa nestes grupenhos.
A Nice pode eventualmente ter tido uma experiência "trolleira", mas desconheço-a por completo.

Não sei sequer onde tem origem a confusão.
Não me enervem, porque só tentei ofender a comunidade das anãs!
Imagem de perfil

De M.J. a 21.05.2015 às 15:23

sabes gaffe, não devias insultar os anões!

Imagem de perfil

De Gaffe a 21.05.2015 às 15:40

Eu sei, eu sei...
Sou uma criaturinha má.
:(
Já pedi a um para me chicotear, mas o rapaz ainda não encontrou um banquinho para onde subir, depois de lhe ter dito para não me magoar os tornozelos.
Imagem de perfil

De Gaffe a 21.05.2015 às 16:50

Devo esclarecer, antes que me incinerem, que me refiro a nanismo cerebral e nada mais do que isso.

(Apesar de ter sido insultada uma vez por um anão que me perseguiu e, entre muitas coisas, me chamou fósforo, não nutro qualquer rancor.)
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 21.05.2015 às 15:24

Comentário apagado.
Imagem de perfil

De Gaffe a 21.05.2015 às 15:41

Pronto.
Assunto encerrado.
Vá, meninas, sejam discretas.
Imagem de perfil

De M.J. a 21.05.2015 às 15:42

sabe Nice (isto é tão giro hoje, toda a gente a falar com toda a gente nos blogs de toda a gente, pareço uma criança no natal) não estava a defender a filipa, deus me livre e guarde de prestar serviços juridicos sem honorários: estava apenas a tentar esclarecer uma possível má interpretação.
caramba, consigo, não acerto uma. a minha já pouca inteligência esvai-se e só digo barbaridades.

vá, vá lá, vamos ser todas amigas e partilhar sandes nos recreios!
Imagem de perfil

De Gaffe a 21.05.2015 às 15:44

Eu não como sandes.
Sandes é comida de anões.
Imagem de perfil

De M.J. a 21.05.2015 às 15:45

estou triste. ninguém brinca comigo.
Imagem de perfil

De Gaffe a 21.05.2015 às 15:54

Oh!
Eu brinco.

Vá! Vai buscar o jaguar.
... Ou preferes que rebente o colar de pérolas para jogarmos ao berlinde?
Imagem de perfil

De M.J. a 21.05.2015 às 15:54

não sei jogar ao berlinde.
acho que vou trabalhar um bocadinho.

:P
Imagem de perfil

De Gaffe a 21.05.2015 às 15:57

Claro que sabes!
São só bolas.
Imagem de perfil

De Corvo a 21.05.2015 às 15:59

Só tem motivos para estar triste, isto é, um ligeiro arranhar de consciência se fez festas ao gatinho sem antes ter lavado as mãos.
Imagem de perfil

De Gaffe a 21.05.2015 às 16:14

E nós não nos queremos sentir tristes, não é?
Imagem de perfil

De Corvo a 21.05.2015 às 16:23

Nunca! Tristeza numa mulher é o casaquinho da vulgaridade.
Imagem de perfil

De Gaffe a 21.05.2015 às 16:24

Verdade!
Infelizmente é um casquinho que usamos muitas vezes.
Imagem de perfil

De Corvo a 21.05.2015 às 16:34

Pronto. Retiro a modéstia e substituo-o pelo condescendente acto solidário para com...o gênero.
Imagem de perfil

De Gaffe a 21.05.2015 às 16:45

Apesar de tudo, penso que deve manter a modéstia.
Sou uma criatura solidária apenas com o que vejo, claramente visto, e muito pertinho de mim.
Imagem de perfil

De Fatia Mor a 21.05.2015 às 14:26

Nossa desconhecia ambas as espécies. Felizmente ainda não me deparei com nenhuma. Achava-as, apenas, criaturas mitológicas. Crenças do papão para assustas as meninas bloguistas. Mas sendo assim, vou manter-me atenta. Não quero ser apanhada na curva por semelhantes criaturas para depois dizer que não sabia ou não me avisaram.
Isto hoje foi serviço público!
Imagem de perfil

De Gaffe a 21.05.2015 às 14:39

Mas existem, podes crer.
Sou uma mártir dedicada apenas ao serviço público.
Imagem de perfil

De Corvo a 21.05.2015 às 15:40

Uma Mártir, disse muito bem.
Uma mártir trespassada pela cruel lâmina da incongruência blogueira , fustigada pela turba inconstante da incompreensão, logo ela, Gaffe , a mais transparente e cristalina fonte do esclarecimento blogueiro
Gaffe , a sacrificada em prol da elevação discernida da humanidade.
Imagem de perfil

De Gaffe a 21.05.2015 às 15:43

Meu querido,
Hoje convém não exagerar, porque está aqui muita gente...
Imagem de perfil

De Corvo a 21.05.2015 às 15:50

Quem? A Gaffe?
Não seja modesta, quer dizer, tão modesta.
Imagem de perfil

De Gaffe a 21.05.2015 às 15:57

Meu caro Corvo, a modéstia é o casquinho beato da vaidade.

A Gaffe só usa YSL!
:)))
Imagem de perfil

De Corvo a 21.05.2015 às 16:51

A jeito de corolário.
Se o teu gatinho queres estimar, as mãos primeiro tens de lavar.
Imagem de perfil

De Gaffe a 21.05.2015 às 17:03

???

Seja. Pelo menos não refere uma ratazana.
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 21.05.2015 às 18:01


Inveja.
Imagem de perfil

De Gaffe a 21.05.2015 às 19:42

É mais doentio do que isso.
Imagem de perfil

De Filipa a 22.05.2015 às 10:54

Que vida a minha, nunca chego a tempo a nada, cruzes, havia de ir ver disto.

Criatura (nice) vê se entendes isto de uma vez por todas, que a Filipa não é menina, a Filipa tem responsabilidades e uma delas é educar os seus filhos para que eles não fiquem assim, como tu. És única, vamos manter as coisas assim.

Não sei nem quero saber que existes. Calhou ler o trecho que transcrevi no blog. Deal with it.
Até me devias agradecer as visitas que ninguém te lê de ânimo leve.
E larga-me, pá.
Credo, o que o estrelato traz apenso!! :)
Imagem de perfil

De Quarentona a 22.05.2015 às 11:53

Com isto apercebo-me que sou completamente alienada... uns e outros passam-me completamente ao lado... ou então é por ser dona de uma chafarica inteiramente inócua e desenxabida...
Imagem de perfil

De Gaffe a 22.05.2015 às 12:34

O que tu tens é um anjinho protector sempre muito atento.

Comentar post





  Pesquisar no Blog

Gui