Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Ilustração - Fernando Vicente


A Gaffe viciada

rabiscado pela Gaffe, em 09.06.15

Lillian Bassman     Evelyn Tripp, New York City   Há homens que nos consomem.

Ocupam-nos à revelia da nossa vontade e mesmo reconhecendo a toxicidade dos patifes somos incapazes de os substituir por uma qualquer panaceia transformada em jóia.

São como vícios.

Esquecemos com demasiada frequência que deles dependemos apenas porque recusamos assumir que se nos matam com o fumo dos seus encantos sacanas, somos nós que a cada momento lhes avivamos a chama.

 

Evelyn Tripp - Foto de Lillian Bassman (1954)

 photo man_zps989a72a6.png


10 rabiscos

Imagem de perfil

De Maria Araújo a 09.06.2015 às 09:54


Quão verdade , Gaffe!
Ai!
Imagem de perfil

De Gaffe a 09.06.2015 às 10:20

:)
Sou uma rapariga muito esperta.
Imagem de perfil

De Neurótika Webb a 09.06.2015 às 10:53

e tens remédio para isso? é que ando assim há 8 anos...
Imagem de perfil

De Gaffe a 09.06.2015 às 11:23

O penso da nicotina de um bom amante.
Imagem de perfil

De Neurótika Webb a 09.06.2015 às 12:18

e para as cobardes como eu? não há esperança, pois não?
Imagem de perfil

De Gaffe a 09.06.2015 às 12:32

Creio que não.
... Mas um bom amante compensa imenso a falta de coragem.
Imagem de perfil

De Neurótika Webb a 09.06.2015 às 12:36

a minha falta de coragem é exactamente em arranjar um amante...estou a vivenciar aquele fenómeno absurdo do "amor da minha vida", que às vezes me faz duvidar da minha sanidade mental.
Imagem de perfil

De Gaffe a 09.06.2015 às 13:23

O Fenómeno "amor da minha vida" é passageiro. Há que encontrar um equilíbrio no autocarro para deixar entrar outras peripécias.
Imagem de perfil

De bloga-mos a 09.06.2015 às 11:08

Não sei se serei para aqui "chamado"...
Imagem de perfil

De Gaffe a 09.06.2015 às 11:23

O meu dragão é um vício que me agrada ter.

Comentar post





  Pesquisar no Blog

Gui