Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Ilustração - Fernando Vicente


Redacção da semana: A gente bonifrásica

rabiscado pela Gaffe, em 11.07.19

Alentejo.jpg

Hoje vou falar dos africanos da dona Fátima Bonifrásica. A dona Bonifrásica é uma senhora muito inteligente e que escreve nos jornais e qu’às tantas tem um blogue na plantaforma do Sapo derivado aos ciganos. Parece que a dona Bonifrásica de tanto estudar ficou assim a modos que xexé que é uma coisa que as pessoas ficam quando são obrigadas a fazer trabalhos de casa e não os fazem assim como eu mas que quer muito dar nas vistas e assim já não é como eu. Vai daí mete os africanos todos num esgoto e diz-lhes das boas. Se a dona Bonifrásica não vai lá com merdas velhas da história há-de ir borrando-se em fresco na estrada. Um trabalhão que aquilo a bem dizer ainda são muitos milhões de pessoas para enfiar num esgoto. É que não interessa nadinha o senhor Madre Lutre Quim o senhor Mandala ou até os Gipsis Quingues que a minha prima gosta tanto ou até o senhor Gande que não é preto mas também não tem grande cor. Vai tudo a eito que são todos uns palhaços assim a atirar para o tolinho e burros salvo seja e sem amar a Jesus e prontos a arranjar encrencas uns com os outros que lhes está no sangue. Para dizer a verdade eu não percebi muito bem o casqueiro em que a dona Bonifrásica se meteu. Aquilo foi um vê se te avias de gente a dizer mal da dona Bonifrásica. Quase que a matavam. Tudo gente muito enervada, a chamar-lhe rancista e outros a chamar-lhe rançosa. Não sei muito bem o que é rancista mas sei que o que é rançosa e senti um cheiro a ranço na dona Bonifrásica que nem vos passa. Também havia gente a dizer que é que sabia como se devem tratar os pretos e os ciganos qu’isto já não é as colónias que eram e que agora os pretos e os ciganos entram na escola da dona Bonifrásica nem que não queiram porque vai haver cotas que são velhos que estão sempre a fugir dos lares e que depois são amarrados às camas. Nos entretantos os pretos e os ciganos ficaram muito sentadinhos a gozar preto como diz a minha avó que é uma macaca nestas coisas a ver no que aquela balbúrdia dava que ainda sobrava para eles. Os brancos bonifrásicos já estão muito habituados a fazer sobrar para os outros o que não querem para eles. Quando um branco bonifrásico se mete a discutir com outro como se há-de tratar os pretos e os ciganos quem se lixa é o mexilhão desde o tempo em que o bicho andou pela terra dos africanos. É um vício que a gente branca bonifrásica apanhou. Pior qu’a droga que os pretos da dona Bonifrásica andam a vender. Aparece um preto e ZÁS aparece um cigano e ZUMBA os brancos bonifrásicos sabem sempre como se deve tratar deles porque sabem como eles são e tudo o que eles querem mas só que não dizem que são uns calaceiros sempre prontos p'rá chapada. Olha ao menos já não é a chicote. Eu não vejo diferença entre a dona Bonifrásica e um preto e um cigano mas eu só dei uma vistinha de olhos por uma coisa chamada Declaração Universal dos Direitos do Homem que a minha mãe me mostrou na biblioteca. Lá não fala nas diferenças que a dona Bonifrásica disse que havia. O problema é que se por exemplo metermos o senhor Cofe Anã e o Ricardo Quaresma ao barulho a dona Bonifrásica mal comparada fica pior que uma preta igualzinha aquelas que ela pensa que as pretas são. Eu até acho que é tudo cansaço. A gente anda a precisar de férias num lugar sossegado assim como o Alentejo para não ouvir o barulho que a dona Bonifrásica faz a borrar-se toda. Vou colar ali em cima uma fotografia do Alentejo mas sem as tripes da donazinha Jardim que anda a cheirar o que não deve há muito tempo e a esticar a linha. A donazinha Jardim de tanto puxar aquilo para cima ficou com pêlos nos miolos. Deslocou o cu e o pipi. Se houver ciganos no Alentejo a gente mete um sapo à entrada. Pode ser um daqueles que os os pretos estão acostumados a engolir que não faz falta. Eu gosto muito da dona Bonifrásica não desfazendo o jardim qu’às tantas as velhas ainda me dizem também para onde hei-de ir.    

Gui.jpeg

 

 photo man_zps989a72a6.png


18 rabiscos

Imagem de perfil

De imsilva a 11.07.2019 às 12:59

Agradeço às D Bonifrásicas que fazem com que alguns seres nos presenteiem com textos mirabolantes e graciosos como este. Já me diverti. Pessoalmente, acho tudo isto uma "não questão" deixem estudar quem quer, desde que se esforcem por isso, (sejam brancos, pretos, amarelos ou vermelhos). Creio que ninguém os impede. Quotas, só na pesca, por uma questão ambientalista.
Imagem de perfil

De Gaffe a 11.07.2019 às 13:12

As Bonifrásica desta vida são e serão sempre maçadoras e sinistras.
O problema não é delas, é nosso, que as valorizamos exageradamente. Bastava perceber o perigo que tantas vezes arrastam. Calada, a Bonifrásia não revelava o mofo que contém.

As quotas exigem reflexão.
Mas fico contente por te teres divertido com o Gui.
Imagem de perfil

De Gaffe a 12.07.2019 às 00:48

Ao desbarato:
Reli o texto de F. Bonifácio.
É escabroso.
Não é apenas racista e um primor de xenofobia. É segregaccionista e revela supremacia descarada.
É perigoso e urge estar atento.

Por momentos suspeitei que não terá sido ela a autora!, que se limitou a encomendar a um qualquer doutorando imbecil e confiou e assinou sem ler. Será que arriscava tamanha simulação de ignorância?!
Imagem de perfil

De Sarin a 12.07.2019 às 03:39

Espero que tenhas lido a defesa da Bonifrásica, feita no Observador... e o elogio feito no, olha que giro!, no Observador...

https://observador.pt/opiniao/a-maquina-de-inventar-racistas/

https://observador.pt/opiniao/a-deficiencia-moral/

Conseguem tirar o prémio ao texto original...
Imagem de perfil

De Gaffe a 12.07.2019 às 09:44

O segundo já tinha lido. O primeiro acabei de ler.

O segundo, permite concluir que devo pensar ou escrever apenas sobre ruivos. O resto é usurpação.
O primeiro, ajuda a minha tese mirabolante: A MFB não escreveu o texto. Foi este imbecil.
Imagem de perfil

De Sarin a 12.07.2019 às 09:52

Sabia que ias gostar :))
Imagem de perfil

De Gaffe a 12.07.2019 às 10:34

Não sei que merdas (pardon my french) andam a fumar estes intelectuais. Nem as aspas lhes entrego. As aspas não têm culpa.
Imagem de perfil

De Sarin a 12.07.2019 às 10:40

Mas deve ser da má: não faz rir.
Imagem de perfil

De Gaffe a 12.07.2019 às 10:59

É péssima.
o problema é que o fumo que vai largando corre o risco de solidificar. Transforma-se em muros, ou campos de morte.

Sempre pensei que os tempos terríveis que o planeta viveu, tinham os pés pousados neste tipo de intelectuais. Podem não incentivar ao ódio, mas ilibam-nos e justificam-no.

Muitas vezes basta que sovem um homem em público, justificando o acto com tratados, teorias e doutoramentos, para que toda a multidão encolhida se aquiete.

Não penso que MFB seja um episódio solto. Isto alastra.
Imagem de perfil

De Sarin a 12.07.2019 às 11:09

Tenho a mesma convicção. Por isso vou zurzindo onde posso, todos seremos poucos para os aquietar.
Mas não compactuo com silenciá-los: às claras, quero-os às claras para os podermos contraditar, contrariar, anular.
Imagem de perfil

De Gaffe a 12.07.2019 às 11:18

Ah! Sim, claro!
Às claras.Bem iluminados.

A luz sempre lhes fez mal.
Imagem de perfil

De Genny a 11.07.2019 às 14:10

Só o Gui para me alegrar o dia
Imagem de perfil

De Gaffe a 11.07.2019 às 14:55

É um rapazito traquina, isso é.
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 16.07.2019 às 14:54

As tua redassões, Gui, são puras. Dizes as verdades com humor.
Gosto de ti Gui.
Imagem de perfil

De Gaffe a 17.07.2019 às 11:16

o Gui diz que o amor é recíproco.
;)
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 31.03.2020 às 17:52

Quanta saudade tenho dos teus textos,Gui.
Imagem de perfil

De Gaffe a 01.04.2020 às 15:16

Um dia destes, volta.
:)
Imagem de perfil

De Maria Araújo a 01.04.2020 às 16:17

Que bom!
Só tu,Gui,para escreveres do teu jeito o que se passa por cá e no mundo.

Comentar post




Por força maior, os V. comentários podem ficar sem resposta imediata. Grata pela Vossa presença.


  Pesquisar no Blog