Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Ilustração - Fernando Vicente


A Gaffe absolutamente orgulhosa

rabiscado pela Gaffe, em 11.07.19

Bike Azores

O Rui acaba de se tornar o único aventureiro capaz de transformar a Gaffe numa ciclista!

BikeAzores.jpeg

E já pedala aqui! 

Ainda por cima a bicicleta é lindíssima!

Tão orgulhosa que estou!

A fotografia é, evidentemente, do Rui

 photo man_zps989a72a6.png

Autoria e outros dados (tags, etc)

A Gaffe de bicicleta

rabiscado pela Gaffe, em 12.06.19

Bike Azores

Foi muitíssimo motivador tentar apresentar ao Rui uma proposta que teria de ser obviamente sóbria, masculina, cavalheiresca, correcta, depurada e incluir a sua paixão: a bicicleta.
Para complicar o que já de si era muito pouco simples, teria de ter em conta a sua escrita sempre limpa, irrepreensível, expurgada e recta, sem artifícios, cativante, concisa e reveladora de uma outra paixão: o rigor com que usa a língua portuguesa.

Foi um desafio que teve a sorte de contar com o apoio do azul das suas ilhas.

 photo man_zps989a72a6.png

Autoria e outros dados (tags, etc)

A Gaffe da Marquesa

rabiscado pela Gaffe, em 30.05.19

A Marquesa Marvila.jpg

Uma rapariga herdeira de antiquíssima aristocracia, não pode deixar de ser representada por uma imagem que, embora dita renovada, não deixa os velhos brasões tombarem na lama. Sobretudo quando os ditos não pisam por norma e regra terrenos movediços.  

 photo man_zps989a72a6.png

Autoria e outros dados (tags, etc)

A Gaffe com a Tia

rabiscado pela Gaffe, em 09.05.19

Tia! Tia! tia!

 

Tia! Tia! Tia! é o novíssimo blog da minha querida Sarin que me entregou o privilégio de tentar colorir o espaço onde se encontra com histórias de encantar.

 

A imagem que procuro, ainda a suplicar alguns retoques, é a de um momento pueril, quase antigo - ou sem idade -, onde a recordação de cores envelhecidas, de caixas de bombons, de livros com folhos, folheados, desfolhados, balançam em cavalinhos de madeira que vieram de longe, dos lugares onde vivem as memórias que protegemos quando quem as entrega é quem sabemos que vamos amar pelo tempo fora.

É uma imagem para uma criança bem amada.

 photo man_zps989a72a6.png

Autoria e outros dados (tags, etc)

A Gaffe sem lixívia e sem limonada

rabiscado pela Gaffe, em 31.01.19

Sarin

O necessário equilíbrio - pois que nem lixívia, nem limonada -, encontrado com o auxílio da fotografa Erika Zolli que permitiu criar o contraste, o bailado, a ideia que reflectida se descobre, se redescobre, se reconstrói, na oposição racional exposta pelo Outro. O desenho sempre inacabado da geometria do pensamento em que é nítido o cuidado de se olhar de modo igual todos os lados.     

 photo man_zps989a72a6.png

Autoria e outros dados (tags, etc)

A Gaffe (in)sensata

rabiscado pela Gaffe, em 29.01.19

(in)sensato

A insensatez pode ser apenas a opção de quem, sensato, olha o quotidiano com todas as idiossincrasias que tantas vezes o preenchem e enformam. O demo está nos pormenores, nos traços inconstantes das gentes que os habitam e que raspam a cidade, produzindo as paisagens urbanas mais riscadas que existem dentro de cada um de nós.   

 photo man_zps989a72a6.png

Autoria e outros dados (tags, etc)

A Gaffe à escuta

rabiscado pela Gaffe, em 20.01.19

naomedeemouvidos

Porque é absolutamente necessário que a escutemos e porque sempre que a ouvimos, sentimos que vale a pena voltar sem outras palavras que não sejam as que partem do coração, depois de surgirem claras, atentas, disponíveis e sobretudo irrepreensivelmente pensadas.

Foi um privilégio tentar entregar uma imagem às estas palavras.

 photo man_zps989a72a6.png

Autoria e outros dados (tags, etc)

A Gaffe no Sítio do Corvo

rabiscado pela Gaffe, em 18.12.17

O Sítio do Corvo

 

Um verdadeiro cavalheiro merece a discrição e a lisura de uma imagem que seja o reflexo das linhas rectas mescladas por voos.

Meu queridíssimo Corvo, esta é a forma como o consigo sentir. Pode não ser a correcta, mas acredito que é a que se aproxima debilmente da enormíssima elegância que acompanha sempre o seu modo de intervir na vida.

 photo man_zps989a72a6.png

Autoria e outros dados (tags, etc)

A Gaffe "abelhuda"

rabiscado pela Gaffe, em 13.12.17

Stone Art

Não fazia grande sentido a minha querida Magda ser dona e senhora de dois blogs com imagens díspares, sem comunicação visual entre eles e com linguagens diversas.

Apesar de saber que iria pesar sobre os meus frágeis ombros a tarefa de os unificar, foi - vai continuar a ser - impossível recusar o que quer que seja a uma das mais inacreditáveis senhoras que me dão a enorme alegria de me acompanhar, rir comigo, bisbilhotar no aconchego de uns e-mails e sobretudo abraçar e mimar - sem baboseiras tontas ou guarda-chuvas parvos -, quando chove muito e faz muito frio.

 

Ter a minha querida Magda por perto é sentir que pertencemos a uma colmeia onde o pólen é sempre colhido nas páginas dos livros.

 photo man_zps989a72a6.png

Autoria e outros dados (tags, etc)

A Gaffe migrante

rabiscado pela Gaffe, em 27.11.17

e agora sei lá

 

Maravilho-me sempre que leio as memórias da MJ.

 

A serra, o frio, a alma nas mãos de quem amou na lonjura do tempo, os bichos pequenos, os bichos mui grandes, o grito do galo a acordar a manhã, a lareira, o quente, os livros, a tristeza bordada a felicidade, um gato gordo, a luz da vela, o medo do escuro, a lua, a chuva, o caminho que vai até à infância, o ermo, o grito do grilo no meio do nada e a insegurança de uma menina que desconhecia que ao crescer me entregaria o orgulho de saber que gosta de mim.

 

Foram estas encantatórias narrativas de infância que me fizeram acreditar que, mesmo raparigunha perdida e pequenina, a MJ era a única menina que conhecia o trilho dos mágicos. O caminho por onde passa a caravana da magia, a insustentável leveza do feitiço do Natal das criaturas mais secretas do Universo, os minúsculos cristais de neve que tombam na ternura e que a transformam em palavras nas margens da memória.

 

A M.J. sabia do trilho dos mágicos. De outra forma não me saberia desvendar a marca dos passos das migrações da vida.

 photo man_zps989a72a6.png

Autoria e outros dados (tags, etc)

A Gaffe no Livro Pensamento

rabiscado pela Gaffe, em 15.11.17

O Livro PensamentoQuando a Edite me sugeriu que nos poderíamos unir para construir um novo habitat para as suas palavras, surgiram algumas dificuldades em estabilizar um layout que fosse agradável. Quando começamos - e este é um prazer sempre partilhado -, não fui capaz de responder cabalmente ao idealizado e tive dificuldade em decidir o rumo das imagens e do ambiente que acompanhariam o que se escreve.

A primeira proposta estava errada.

No entanto, bastava apenas um pequeniníssimo impulso. A Edite voava - também nas asas dos livros -, nunca perdendo de vista o lugar onde crescem os sonhos límpidos e claros de liberdade contidos nas páginas a que se vai dedicando.

Fico muito feliz por saber que a Edite gostou.

 photo man_zps989a72a6.png

Autoria e outros dados (tags, etc)

A Gaffe com conversas muito lentas

rabiscado pela Gaffe, em 03.02.17

Canto de Conversas.JPG

 

Tal como tinha prometido no século passado, vou tentando construir imagens que se adaptem ao que vem até mim, dentro dos blog.

A Azulmar, mesmo oceânica, sempre me entregou uma sensação de reserva, de pacífico intimismo e de timidez.
Às vezes, o mar inteiro cabe no caule branco que sustenta a fragilidade das folhas e das pétalas.

 

Ainda em obras, mas já aprovado pela dona, uma proposta muito mais ireverente, traquina e resmungona.

A Caracol.JPG

 

 photo man_zps989a72a6.png

Autoria e outros dados (tags, etc)

A Gaffe pela sombra

rabiscado pela Gaffe, em 23.12.16

pelasombra.JPG

 É difícil encontrar uma imagem que se adapte a um homem blindado.

 

Pela Sombra é apenas uma brecha por onde nos é possível vislumbrar pedaços de paisagens interiores densas e obscuras, que se fecham, que se protegem, que se defendem e que procuram rasgar a vida com as mãos de ferro que há na alma, depois de as mergulhar na lama encharcadas de névoa.

 

Esta é a imagem que deste homem tenho.

 photo man_zps989a72a6.png

Autoria e outros dados (tags, etc)

A Gaffe com resultados

rabiscado pela Gaffe, em 16.10.16

 

cabeçalho3.jpg

Confesso que quando foi lançado o desafio, contava que se apresentassem dois ou três candidatos à tortura. Nunca esperei que a vossa amabilidade se espraiasse e que fosse possível ter um número tão inesperado de candidatas.

Como é evidente, não posso, nem quero, deixar ao abandono a gentileza com que me bridaram e decidi, sem apelo, atender a todas. A todas será apresentada uma proposta de alteração de layout. Tenho Photoshop até à reforma propondo novas imagens à Ana Rita, à Miss X, à Caracol, à Pandora e à Azulmar.

 

Posto isto, e como é necessário aparecer a primeira, devo referir que foi o layout que escolheu o blog onde se encaixava, depois de sofrer alguns sobressaltos.

O StoneArt Books permitiu que os elementos que existiam fossem adapatados ao editorial do blog.

Procurei a presença da grande paixão da Magda: os livros, as suas diversas texturas, as páginas padronizadas de modo diverso, a sobreposição de paisagens e o folhear solto de universos distintos. Quis também que o elemento pedra - polida, como é de esperar da Magda, - estivesse subentendido nos fundos dos posts onde são gravados. A leveza, a sensação de conforto, de protecção, de um laivo caloroso e indiscutivelmente maternal, estão presentes na escolha de elementos frágeis e de imagens ou de símbolos de labor, de organização e sobretudo de sentido de grupo.

A escolha das cores procurou criar a sensação de café da manhã, com uma gota de leite, tomado à varanda da amizade, com o croissant que se mordisca enquanto nos sentimos seguras porque sabemos que estamos em boa companhia.

 

Magda, minha querida amiga, espero ser uma das tuas convidadas nas manhãs de café com leite e croissants quentinhos, pintalgadas de flores esmaecidas, à varanda da tua sempre disponível amizade.     

 photo man_zps989a72a6.png

Autoria e outros dados (tags, etc)

A Gaffe oferece

rabiscado pela Gaffe, em 13.10.16

gruau.jpg

 

A Gaffe desgasta o seu preguiçoso tempo debruçada sobre o Photoshop até que o seu pequeno universo fique anestesiado ou produza uma imagem agradável à vista, mas desenhada sem preocupações.

Durante uma das suas passeatas descontraídas, acabou a lutar com um dos Templates do SAPO. Adaptou-o, manipulou-o, acrescentou-lhe alguns detalhes, retirou outros e ficou com um layout novíssimo que espera agora pelo dono.

 

Decidiu que talvez valesse a pena lançar-vos um desafio.

O layout está pronto, o header - ou o cabeçalho, como queiram - pode perfeitamente ser adaptado ao blog que o recolher e todos os códigos - HTML e CSS - estão ao vosso dispor.

 

Claro que terá de se encaixar da melhor forma possível no blog que o acolhe.

Exactamente por isso, sugiro que os blogs que desejem muito sofrer as sevícias da Gaffe, se apresentem nos comentários a este post. No meio da multidão - que se tem a certeza aparecerá ... ...  - encontraremos por certo um que absorva o layout criado.

 

Minhas queridas e meus queridos, basta que comentem - até dia 14 - este post e descrevam de forma muito sucinta o que realmente trazem espalhado pelo blog que vos pertence. A Gaffe promete que vai ler-vos com muitíssima atenção e escolher aquele que pode fazer o favor de acolher o layout criado.

 

Os voluntários podem começar a aparecer que não dói nada!  

 

Nota - As inscrições estão encerradas. A Gaffe não vai conseguir escolher o mártir! O layout terá obrigatoriamente de o fazer por si.

 

Ilustração - R. Gruau

 photo man_zps989a72a6.png

Autoria e outros dados (tags, etc)